loading...

LUIZA

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Fotógrafo francês é baleado em manifestação contra Charlie Hebdo no Paquistão

Um fotógrafo da agência France Press foi atingido por um tiro durante uma manifestação em Karachi, Paquistão, contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo. Pelo menos outras duas pessoas ficaram gravemente feridas durante o protesto em frente ao consulado francês. O repórter fotográfico Asif Hassan foi transportado para o Hospital Jinnah, onde será submetido a uma cirurgia.
“A bala [projétil] atravessou o pulmão e saiu pelo peito, mas Hassan encontra-se em perigo”, disse à France Press, o porta-voz do hospital, Seemi Jamali.A polícia paquistanesa afirma que o disparo foi feito por um dos manifestantes. Já alguns participantes do protesto acusam os policiais de terem disparado contra o grupo. Não foi possível checar as versões junto a fontes independentes. É certo, contudo, que para dissolver o protesto, as autoridades paquistanesas atiraram, lançaram granadas de gás lacrimogéneo e utilizaram canhões de água para intimidar e dispersar a multidão.
As manifestações contra o periódico foram convocadas por partidos islâmicos paquistaneses ofendidos com a publicação de novas caricaturas do profeta Maomé na última edição do Charlie Hebdo - a primeira após os ataques da semana passada, no qual 12 pessoas foram assassinadas.
Outros protestos contra o jornal já foram registrados em outras cidades paquistanesas como a capital, Islamabad, e Multan, onde uma bandeira francesa foi queimada durante a manifestação.
C/ AGÊNCIA BRASIL
YR

Nenhum comentário:

Postar um comentário