loading...

LUIZA

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Programa Agricultura em Ação protege nascentes e rios de Itabuna

Entre os meses de agosto e novembro de 2014, como parte do projeto Agricultura em Ação, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente cadastrou 20 corpos hídricos, entre rios, riachos e córregos, e 30 nascentes distribuídas pelos territórios de Mutuns, Roça do Povo, Serrado, Ribeirão Seco, Agrafam, Morumbi, Alemita e Renascer.
No caso dos rios a avaliação constou de observação de parâmetros como o tipo de fundo, presença de hábitats no leito do rio, processos erosivos, presença ou ausência de mata ciliar e oleosidade. Para as nascentes foram avaliados parâmetros como o isolamento, presença de vegetação, vazão, entre outros.Neste ano, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, através do Departamento de Meio Ambiente e Gestão dos Recursos Hídricos, dará continuidade ao cadastramento de rios e nascentes do município e à avaliação ecológica de hábitats da zona rural. Além disso, expandirá essa atividade do projeto Agricultura em Ação para a zona urbana, buscando ajuda da comunidade para a indicação das nascentes.
A geógrafa do Departamento de Meio Ambiente e Gestão dos Recursos Hídricos, Waleska Viana, informou que a avaliação dos parâmetros revela a condição ecológica de cada ambiente. Dependendo do grau de impacto que sofreram são dadas orientações técnicas aos proprietários do imóvel rural.
“Por exemplo, no caso de nascentes desprotegidas, ou seja, sem cobertura vegetal, os técnicos orientam sobre o isolamento da área e o plantio de árvores nativas da Mata Atlântica para evitar erosão e ‘morte’ da nascente”, ilustrou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário