loading...

LUIZA

quarta-feira, 4 de março de 2015

Empreendedoras do Extremo Sul Baiano concorrem ao Prêmio Mulher de Negócios



João Alvarez - ASN Bahia
As vencedoras do prêmio, da esquerda para a direita: Maria de Lourdes Acedo (Pequenos Negócios), Luena Maria Ferreira dos Santos (Produtora Rural), Flavia da Silva Oliveira (Microempreendedora Individual) 

Depois da conquista estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios - ciclo 2014, as empreendedoras Flávia da Silva Oliveira, proprietária da loja de produtos naturais Sabor & Saúde, de Eunápolis; Luena Maria Ferreira dos Santos, gestora e pescadora da Associação de Pescadores Indígenas Pataxó (APIP), de Coroa Vermelha; e Maria de Lourdes Acedo, da Astec Contabilidade, no município de Mucuri, concorrerão à etapa nacional do Prêmio, na quinta-feira, dia 5 de março, em Brasília.
As vencedoras nas respectivas categorias de Microempreendedora Individual (MEI), Produtora Rural e Pequenos Negócios, mostraram suas histórias de iniciativa, inovação e valorização do gênero feminino aos julgadores da premiação, que, além delas, selecionaram três vencedoras por unidade federativa. A expectativa agora é a de receber o reconhecimento em cadeia nacional, além de ganhar o troféu ouro, o selo que reconhece a vitória da empresa e uma viagem internacional a um centro de referência em gestão de micro e pequenas empresas.
“Ganhar essa viagem agregaria ainda mais valor ao meu negócio. Além disso, vencendo, poderei trazer novidades aqui para o empresariado do município e incentivar ainda mais a busca por excelência em gestão”, afirma Maria de Lourdes, que transformou o sonho de gerir o próprio negócio em um modelo bem sucedido de empreendedorismo. Concentrada nos preparativos para a viagem a Brasília, ela considera positiva toda a experiência de participar do Prêmio Mulher de Negócios.
Apesar da ansiedade por seguir para essa segunda etapa, a empresária Flávia da Silva Oliveira já considera um mérito ter ganhado o reconhecimento estadual. “Depois de ser premiada, senti aumentar a visibilidade do meu negócio, que saiu na imprensa e fez outras pessoas conhecerem a empresa”, conta a dona da Sabor & Saúde, que aproveitou para destacar o sucesso do empreendimento nas redes sociais.
Grávida e prestes a dar à luz, a MEI Luena Maria será representada na cerimônia por uma das colegas da APIP. “Vou ficar aqui na dupla torcida, pelo meu bebê que virá e pela premiação”, brinca a índia, especializada na gestão financeira de projetos de pesca ligados à aldeia na qual vive.
Ao todo, foram inscritos 844 relatos de mulheres baianas, o quarto maior número dentre os estados, que, por sua vez, somaram quase 11,5 mil em todo o país, um crescimento de 64,2% quando comparado com a última edição.

Perfil das vencedoras na Etapa Bahia
A paulista Maria de Lourdes Acedo, da Astec Contabilidade (categoria Pequenos Negócios), tem uma história de inovação no município de Mucuri, onde vive há 17 anos. Ali implantou um projeto inovador ao identificar a necessidade dos clientes por um serviço diferenciado. “Percebemos que as empresas precisavam de um contador mais como consultor, não como um simples despachante. Esse foi o meu foco”, explicou. Através da Unidade Regional de Teixeira de Freitas, ela participou do Sebrae Mais, projeto focado em ensinar ao empreendedor como controlar, analisar, planejar e simular as informações financeiras para uma tomada de decisões mais eficiente.
Na premiação, Luena dos Santos (categoria Produtora Rural) reverenciou a categoria que representa ao discursar para o público. Membro da APIP, Luena sempre gostou de trabalhar, embora seu pai fosse contra. Sem se intimidar, sempre buscou fazer diversos cursos, entre eles, workshops oferecidos pelo Sebrae. “Ao todo, tenho sete cursos diferentes no meu currículo em várias áreas, entre elas, administração, contabilidade, motores, GPS”, contabiliza. Apaixonada por planilhas, ela se destacou ao gerir as finanças em projetos de pesca na aldeia em que vive. Hoje, é primeira tesoureira da associação.
Flávia Oliveira (categoria Microempreendedora Individual), da Sabor & Saúde, se destacou por ter inovado ao identificar a necessidade de abrir uma loja de produtos naturais em Eunápolis, devido à carência de oferta de produtos desse tipo na região. Motivada pela necessidade de ajudar a mãe a ter uma renda, Flávia começou a vender produtos desse tipo de porta em porta. “Em 2010, nasceu a Sabor & Saúde, primeira loja especializada no segmento de alimentos naturais e integrais a granel de Eunápolis”, contou. Muito emocionada ao receber o prêmio, ela citou uma frase de Clarice Lispector para falar sobre o empreendedorismo. “Só o que está morto não muda”, disse. “O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo. E tudo isso faz parte das nossas vidas de empreendedoras”, falou, agradecendo ao público.
Por: Anaísa Freitas e Victor Longo

Nenhum comentário:

Postar um comentário