loading...

LUIZA

terça-feira, 3 de março de 2015

Orlando sobre passagens para cônjuges: Ao recuar, Cunha corrige erro




"Não caberia aos cônjuges fazer uso dos recursos. Acreditamos que eles [recursos] são para uso exclusivo do mandato parlamentar. Ao voltar atrás, Cunha corrije um erro", declarou à Rádio Vermelho, Orlando Silva ao comentar a decisão do presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que recuou da decisão de permitir que mulheres ou maridos de parlamentares viajem de suas cidades para Brasília com passagens aéreas pagas com recursos públicos.
Também em entrevista à Rádio Vermelho, a líder do PCdoB na Câmara, Jandira Feghali, lembrou que, historicamente, o Partido é contrário a esse tipo de expediente e destacou que isso já existiu, mas quando o deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB/SP) assumiu a presidência da Casa o extinguiu. "Nossa posição foi e é absolutamente contrária. Não iremos fazer uso de expedientes desse tipo. Isso é um atropelo do que é regimental".

Nenhum comentário:

Postar um comentário