loading...

LUIZA

segunda-feira, 23 de março de 2015

SAÚDE ALERTA POPULAÇÃO SOBRE AUMENTO DE CASOS DE DENGUE EM ITABUNA

A Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria de Saúde de Itabuna alerta a população sobre o aumento do número de casos de dengue no município. Foram registrados até hoje, 1.005 casos suspeitos da doença, a maioria provenientes do Santa Inês e Califórnia, bairros com maior número de casos notificados.
A Secretaria da Saúde informa, ainda, que a doença vem se apresentando além das formas típicas, caracterizada por febre, fraqueza, dor de cabeça e dor no fundo dos olhos, manifestações como vermelhidão e coceira pelo corpo sem outros sintomas. Em alguns casos, foi observada a ausência de febre. O índice de infestação do mosquito continua alto, alcançando 17,6 %. Por isso é necessária à colaboração da população em relação à eliminação dos possíveis criadouros. Desde o início do ano a Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, vem intensificando as ações de combate e prevenção à dengue.
Além das campanhas educativas veiculadas na internet, nos jornais locais e rádios, também já foram realizadas orientações nas Unidades de Saúde. Também houve a contratação de 54 agentes de endemias no mês de fevereiro para reforçar o trabalho de campo e outros 11 foram chamados para contratação a partir de segunda-feira, dia 23.
Qualquer pessoa residente em Itabuna com suspeita de dengue deve procurar a Unidade de Pronto Atendimento no Centro de Saúde José Maria de Magalhães (ex-F-SESP), que oferece atendimento médico e de enfermagem, incluindo a coleta de sangue para exames laboratoriais. A UPA da Dengue funciona de segunda à sexta-feira das07 às 17 horas e aos sábados, domingos e feriados das 7 às 19 horas, inclusive, no horário de almoço.
Diante do número de notificações a Secretaria Municipal da Saúde está fazendo bloqueios nas residências que consiste na visita domiciliar do agente de endemias para vistoriar a casa visando encontrar focos do mosquito, orientar a família sobre os cuidados com vasilhames e recipientes de água descobertos e,. confirmados os focos/larvas, fazer o tratamento focal com aplicação de inseticida com nebulizador costal.
O quadro verificado nos bairros é o seguinte: Fátima, 117; Santa Inês, 96; Califórnia, 92; Santo Antonio, 76; São Caetano, 72; Conceição, 34; Pedro Jerônimo, 31; Mangabinha, 30; Pontalzinho, 26; Nova Califórnia, 22; e São Pedro, 20.
Com referência à febre Chikungunya de outubro até esta sexta-feira foram registrado 10 casos suspeitos, dos quais seis já foram descartados através de exame laboratorial pelo Laboratório Evandro Chagas, no Pará. A Secretaria da Saúde ainda aguarda a liberação dos demais resultados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário