loading...

LUIZA

quarta-feira, 18 de março de 2015

SESSÃO ESPECIAL NA CÂMARA DE ITABUNA DISCUTE CAUSAS DA QUALIDADE DO ENSINO RUIM NA UNIME



Na tarde de ontem, aconteceu uma sessão especial, solicitada pelo vereador Jairo Araújo, que discutiu os vários problemas que hoje comprometem a qualidade de ensino da UNIME. Superlotação das salas, precarização das instalações e a falta de segurança foram pontos debatidos na sessão.
Representantes dos vários cursos estiveram presentes na câmara e do coordenador do Procon no município, Marcos Bispo.
A OAB e Ministério Público, enviaram notas de apoio aos estudantes.
Para o estudante Gabriel Nascimento, presidente da Associação de Pós-Graduandos da Universidade Nacional de Brasília (UnB), que participou da audiência, as falhas existentes na UNIME são comuns a outras instituições privadas de ensino superior. “Trata-se de um problema nacional e que deve ser denunciado”, afirmou.
Vereadores propõem a elaboração de um relatório sobre os problemas, que incluem salas superlotadas, banheiros danificados, acomodação de turmas em um galpão improvisado e sem instalações adequadas, e a falta de vagas no estacionamento. O que mais preocupa, de acordo com os estudantes, são as falhas que comprometem a qualidade do ensino.
“A empresa segue a lógica de reduzir suas despesas para maximizar os lucros, e aí a qualidade do serviço fica em xeque”, afirma Jairo Araújo. O vereador defendeu a mobilização dos estudantes, afirmando que eles devem ser “atores críticos da sociedade”. A subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Ministério Público acompanham a situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário