loading...

LUIZA

quinta-feira, 9 de abril de 2015

SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DA UESB APROVAM ESTADO DE GREVE

Em Assembleia Geral, no dia 1 de abril de 2015, às 14h30min, no Campus Universitário de Vitória da Conquista, os servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), aprovaram, por unanimidade, que ficarão em estado de greve em defesa da seguinte pauta
de reivindicações:
1) Recomposição do orçamento das Universidades Estaduais da Bahia - É de conhecimento público a grave crise financeira enfrentada pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), que têm recebido do poder público estadual um montante de recursos insuficientes para pagamento das despesas alusivas às atividades de ensino, pesquisa, extensão e manutenção;
2) Estabelecimento de um cronograma de reposição das perdas salariais – Há um achatamento salarial que tem gerado inúmeras demissões voluntárias e desvalorização de profissionais dedicados e
comprometidos com a qualidade na prestação dos serviços públicos;
3) Ampliação do número de vagas dos quadros de pessoal das universidades estaduais;
4) Imediata abertura de concursos públicos;
5) Garantia dos direitos à promoção e à progressão funcional;
6) Pagamento imediato de reajuste linear retroativo a data base de 01 de janeiro de 2015;
7) Pagamento imediato dos direitos à insalubridade e à periculosidade;
8) Pagamento imediato da URV (Unidade Real de Valor);
9) Melhoria na assistência à saúde (Planserv);
10) Reajuste do valor do auxílio alimentação;
11) Concessão do vale cultura para os servidores das universidades;
12) Imediata reabertura de Mesa Setorial de Negociação – há várias demandas das categorias dos Técnicos e Analistas Universitários e de outros profissionais integrantes dos quadros de pessoal das
universidades estaduais baianas que precisam de deliberação do Governo do Estado, a exemplo da regulamentação das carreiras que não foram contempladas pelos Decretos 15.144 e 15.143 de 21 de
maio de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário