loading...

LUIZA

segunda-feira, 25 de maio de 2015

MP denuncia 6 por envolvimento com o trensalão tucano


 O Ministério Público de São Paulo denunciou seis executivos por envolvimento no cartel de trens do estado, conhecido como trensalão. Os denunciados fazem parte de quatro empresas e são acusados de fraude de R$ 1,75 bilhão para reforma das linhas 1 e 3 do metrô paulista, além da modernização de 98 trens entre 2008 e 2009, período de governo de José Serra (PSDB).

Os executivos presos estão envolvidos em esquema que funcionava durante governo do tucano José Serra Os executivos presos estão envolvidos em esquema que funcionava durante governo do tucano José Serra
De acordo com reportagem do O Estado de S. Paulo, do último sábado (23), um dos denunciados é um ex-diretor da Alstom César Ponce de Leon. A justiça pediu a prisão preventiva do executivo. Além disso, são a acusados representantes das empresas Temoinsa, MPE e Tejofran.

Esta é a sétima denúncia criminal contra o cartel. Para o promotor de Justiça Marcelo Mendroni, responsável pela nova ação, os executivos “formaram conluios para evitar a efetiva concorrência, através de consórcios, sempre com divisões predeterminadas dos objetos dos contratos”.

Entre as provas obtidas pelo Ministério Público, estão emails trocados entre os executivos.

“Um e-mail, de 11 de junho de 2008, antes da publicação do edital, apreendido na Alstom, foi enviado por Leon a outros seis executivos da multinacional francesa. Ele relata necessidade de “organização do mercado” para divisão de certame e sugere formação de um “grupo forte” para “dividir parte do bolo”, relata o jornal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário