loading...

LUIZA

terça-feira, 5 de maio de 2015

Senado convoca Richa e Francischini para explicar massacre no Paraná

  Em declaração ao Vermelho, Ramon Bentivenha, do Coletivo Direito para Todxs, que compõe a assessoria jurídica dos professores e professoras atacados no Paraná pelo governo tucano Beto Richa, informou que a Comissão de Direitos Humanos do Senado convocou o governador Beto Richa e o secretário de Segurança Pública do estado Fernando Francischini para explicar a repressão policial registrada na última quarta-feira (29) contra os professores do Paraná.

                                                                                     PM agride professores no Paraná
De acordo com Bentivenha, o Senado agendou os depoimentos para esta quarta-feira (6). Também participarão da a audiência representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Associação dos Professores do Paraná (APP-Sindicato), e da Federação Nacional dos Jornalistas.
De acordo com informações do Senado, a iniciativa de fazer a audiência é da senadora Gleisi Hoffmann (PT), que esteve em Curitiba junto com o colega de senado Roberto Requião (PMDB) no dia da votação do projeto de lei para reunião com a liderança do governo e a presidência da Assembleia numa tentativa de negociar o adiamento da volta da proposta ao plenário.
"Vamos defender com todas as nossas forças os direitos daqueles que sempre contribuíram para terem garantia de se aposentar. Se não conseguirmos impedir a tempo esse desvio, pelo menos queremos que o governador responda pelo crime de improbidade administrativa e também por irresponsabilidade fiscal", diz Gleisi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário