loading...

LUIZA

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Prefeitura de Itabuna trabalha para doar terreno à UFESBA

A Prefeitura de Itabuna negocia a formalização da doação do terreno visando à implantação definitiva dos prédios da Reitoria da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFESBA). A boa notícia foi dada ontem pelo vice-prefeito Wenceslau Junior, também presidente da Comissão Municipal criada pelo prefeito Claudevane Leite para acompanhar e ajudar, no que cabe ao município, o processo da instalação da UFESBA.
Acompanhado do secretário municipal de Comunicação, Gilvan Rodrigues, Wenceslau representou o prefeito de Itabuna na solenidade de assinatura do Termo de Cessão de terreno da CEPLAC destinado à implantação do campus Jorge Amado, na segunda-feira, no auditório do Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec). “Fizemos a opção pelo diálogo, pela negociação. Mas, diante do impasse com um dos oito proprietários, usamos a prerrogativa da desapropriação litigiosa para garantir a supremacia do interesse público”, afirmou.
Wenceslau reafirmou a luta do prefeito Claudevane Leite para cumprimento do compromisso de cessão do terreno à UFESBA. O vice-prefeito lembrou que desde a implantação do campus provisório, em setembro do ano passado, em Ferradas, a Prefeitura de Itabuna vem arcando com aluguel do imóvel aonde funcionou a administração geral e central de distribuição da extinta rede de supermercados. No local, além da reitoria funcionam departamentos e salas de aula, atualmente com cerca de 600 alunos.
O vice-prefeito condenou a visão mesquinha de alguns que questionam a partilha da UFESBAcom Ilhéus, que também vai cooperar doando terreno. “Essa é uma visão que faz parte do passado. As prefeituras de Itabuna e Ilhéus estão abraçadas, juntas. Antes mesmo da criação da Região Metropolitana, vamos enviar às Cãmaras de Veradores projetos de lei autorizando a criação de um consórcio para enfrentar problemas comuns aos dois municípios, como lixo, resíduos sólidos, transporte coletivo e manutenção de estradas vicinais, tema que será aberto a outros municípios”, disse.
“Precisamos acabar com essa estória, essa disputa que é coisa do passado. A Ceplac e as univesidade são lições para que se supere isso e cada vez mais nos irmanemos. Nossas economias se complementam, nosso povo é um só, o povo grapiuna, que conseguiu acima de tudo, com toda a crise, manter parte significa da mata atláltica de pé. A UFESBAvem se juntar a esse esforço de todos nós de Itabuna e Ilhéus”, afirmou Wenceslau Junior.
Com a doação de fração de terreno pela Ceplac, por meio de transferência efetivada pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU), a Universidade Federal do Sul da Bahia poderá dar início às construções dos prédios de laboratórios, sala de aulas e demais estruturas acadêmica eadministrativas do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências, Centro de Formação em Tecno-Ciências e Inovação e Centro de Formação em Ciências e Tecnologias Agroflorestais. A área cedida pela Ceplalc conta com 37 hectares de superfície. Itabuna e Ilhéus vão doar cada um mais 30 hectares.
Veja fala do vice-prefeito Wenceslau Junior na página da Prefeitura (www.prefeituradeitabuna.com.br).

Nenhum comentário:

Postar um comentário