loading...

LUIZA

sexta-feira, 17 de julho de 2015

PREFEITURA DE ITABUNA DESAPROPRIA ÁREA DE 100 HECTARES PARA A CONSTRUÇÃO DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA

Decreto assinado pelo prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, autoriza a Procuradoria Geral do Município a promover, em caráter de urgência, as medidas administrativas para a conclusão do processo de desapropriação da área para a implantação do campus Jorge Amado da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). “Essa é mais uma etapa importante para consolidação de Itabuna como polo regional não só de educação, mas também de tecnologia e pesquisa”, avalia Vane.
O Decreto nº 11.269 que declara de utilidade pública para fins de desapropriação uma área 99.893,74 metros quadrados para construção do campus UFSB, às margens do semianel rodoviário da BR-415, no trecho entre os bairros Parque Boa Vista e Nova Califórnia, foi publicado na edição de quinta-feira, 16, no Diário Oficial do Município.
A doação do terreno era um dos compromissos assumidos pela administração do prefeito Claudevane Leite para a consolidação definitiva do campus, já que desde setembro do ano passado o município assumiu a locação de um imóvel para o funcionamento provisório da UFSB, em Ferradas.
Vane destaca que desde o início do projeto da universidade federal que a atual administração tem se empenhado em viabilizar a instalação da sede da Reitoria e do campus da universidade no município. “No primeiro momento, garantimos o funcionamento da instituição de ensino superior no imóvel onde funcionou o centro de distribuição de uma antiga rede supermercados, no bairro Ferradas”, afirma. O município é responsável pela manutenção do imóvel.
Já o secretário de Planejamento e Tecnologia, vice-prefeito Wenceslau Júnior, explica que o município está trabalhando para concluir o processo para fazer a entrega da escritura da área para a reitoria da UFSB ainda neste mês. Ainda continuam as negociações da Prefeitura de Itabuna com outros seis proprietários de terrenos vizinhos para desapropriação de outras áreas que serão doadas. No total, o município doará 32 hectares para a construção da Reitoria e do campus Jorge Amado.
No campus de Itabuna funcionam os Centros de Formação em Ciências, Tecnologias e Inovação, em Comunicação e Artes e o Instituto de Humanidades, Artes e Ciências. Além da Reitoria e do campus Jorge Amado, a UFSB tem os campi Sosígenes Costa, em Porto Seguro, e Paulo Freire, em Teixeira de Freitas. A instituição mantém uma rede de colégios universitários abrangendo 48 municípios do sul e extremo sul da Bahia. A expectativa é que até 2020 a universidade crie 18 mil vagas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário