loading...

LUIZA

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Aloysio Nunes xinga petroleiros em manifestação em Brasília

Com uma pauta de projetos de entrega do patrimônio nacional, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), não gostou de ser chamado de entreguista durante ato dos petroleiros no aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, nesta terça-feira (4). Representantes da categoria protestavam, no local, contra o projeto do também senador tucano José Serra, que tira exclusividade da Petrobras na exploração do petróleo do pré-sal.
Petroleiros protestaram no Aéroporto de Brasília, nesta terça (4)

"Entreguista! Entreguista!”, brandavam os manifestantes. Aloysio, ao estilo direitista, classificou os petroleiros de “vagabundos”.
Os trabalhadores se concentraram na recepção aos senadores que retornaram à Brasília no fim do recesso dos trabalhos legislativos depois de duas semanas de recesso parlamentar, iniciado em 17 de julho.
A manifestação faz parte do “calendário de lutas” da categoria “Em Defesa da Petrobras e do Brasil”. A agenda de protestos contra o projeto seguirá na capital até sexta-feira (7), inclusive com concentrações no próprio Congresso Nacional, segundo informa a Federação Única dos Petroleiros (FUP).
“Temos que pressionar o Senado na tentativa de reverter a votação desse projeto entreguista”, defendeu o coordenador da Regional Campinas do Sindicato Unificado dos Petroleiros de São Paulo (Sindipetro Unificado), Gustavo Marsaioli, na mesma nota.
A medida (projeto 131/2015) torna inócuo o regime de partilha criado no governo Luiz Inácio Lula da Silva e restabelece o processo de concessão para extração em águas superprofundas dos campos da bacia do pré-sal, setor em que Petrobras se destaca no cenário internacional.
Entre outros efeitos, o fim da partilha tira R$ 50 bilhões em royalties da educação, nos próximos anos, e R$ 100 bilhões do Fundo Social.
Fonte: Agência PT de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário