loading...

LUIZA

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Conferência da Mulher em Itabuna será dias 1º e 2 de outubro na Usemi

Será realizada nos dias 1º e 2 de outubro, no salão da União dos Servidores Municipais de Itabuna (Usemi), a 3ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para Mulheres. Organizado pela Prefeitura, através da Secretaria da Assistência Social (SAS), em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (Consedame), o evento vai debater questões envolvendo mulheres vítimas de violência seja psicológica ou física, políticas públicas que assegurem a igualdade no tratamento das condições de gênero e outras políticas.
Com a temática “Mais direitos, participação e poder para as mulheres”, neste a Conferência acontece oito meses após a implantação do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (Consedame), cuja função é desenvolver e exigir políticas públicas. Há pelo menos sete anos que funciona no município o Departamento da Divisão das Mulheres da SAS, que dá suporte às mulheres vítimas de violência, com assistência integral.
Quatro eixos temáticos marcam a 3ª Conferência Municipal de Políticas Públicas para Mulheres: Contribuição dos Conselhos dos Direitos da Mulher e dos movimentos feministas e de mulheres para efetivação da igualdade de direitos e oportunidades para as mulheres em sua diversidade e especificidade: Avanços e desafios; Estruturas institucionais e políticas públicas desenvolvidas para mulheres no âmbito municipal, estadual, federal: Sistema Político com participação das mulheres e igualdade: recomendações; Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres: subsídios e recomendações.
A coordenadora-executiva Rita Barros afirma que a expectativa é que a Conferência Municipal reúna cerca de 400 mulheres dos mais diversos segmentos sociais. “A cada dia reforçamos o convite para que representantes das entidades e associações de mulheres compareçam para construirmos bom plano para ser levado às instâncias subsequente. O evento é aberto ao público”, reafirma.
Sueli Maria de Souza tem dentre as metas de sua gestão como presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres (Consedame) a implantação de Casa Abrigo no município para acolher mulheres vítimas de violência, implantação da ronda Maria da Penha para coibir a violência e a construção da sede do Conselho. Atualmente a instituição vem realizando suas reuniões em uma sede provisória cedida pela Associação dos Professores de Itabuna (API).

Nenhum comentário:

Postar um comentário