loading...

LUIZA

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Destruir a floresta e construir uma pista de esqui para uma competição olímpica

Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, na Coreia do Sul, decidiram: uma floresta formada por árvores que existem há mais de 500 anos está sendo simplesmente desmatada para abrir espaço para as novas instalações de esqui.
Trata-se de um processo sem visão, sem lógica e, o pior de tudo, irreversível. Mas ainda temos tempo de impedir a destruição total da floresta: por exigência do Comitê Olímpico Internacional, este evento deve ser uma "Olimpíada Verde", construída e operada segundo princípios de sustentabilidade. Se todos os países participantes dos jogos fizerem uma grande pressão global, poderemos envergonhar o Comitê Olímpico Internacional e fazer com que cumpra o que prometeu.
Participe desta campanha urgente: a petição com sua assinatura será entregue pela Avaaz diretamente nos escritórios do Comitê Olímpico. Assine e compartilhe no Facebook, Twitter, e-mail… em toda a parte:
https://secure.avaaz.org/po/save_ancient_korean_forest_loc/?bcNNqeb&v=64887
O condado de Pyeongchang, na Coreia do Sul, venceu a licitação para realizar apenas duas competições de esqui nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018. Ainda assim, a maior área do mundo de árvores do tipo Wangsasre está sendo desmatada, devastando ao mesmo tempo um dos últimos habitats de quatro espécies vulneráveis: a lontra-europeia, o gato-leopardo, a marta e o esquilo-voador.
Há centenas de anos, o lugar é considerado sagrado na Coreia do Sul e tem sido protegido por legislação. Mas para ganhar a licitação e sediar os jogos, o governo removeu a proteção. Depois de deixar cicatrizes gigantes nas montanhas ao remover as árvores, agora estão desmatando áreas ainda maiores da floresta para criar um imenso resort de esqui.
Tudo isso sem necessidade: os jogos poderiam acontecer em outra cidade, como Muju, o que acarretaria ainda em uma economia de US$138 milhões. Considerando ainda que o próprio Comitê Olímpico Internacional determinou o desenvolvimento sustentável como palavra de ordem para os jogos, é hora de responsabilizá-los por fechar os olhos diante da destruição da floresta no condado de Pyeongchang e exigir que suas próprias regras sejam cumpridas.
É inconcebível pensar que milhares de árvores de 500 anos serão derrubadas para dar lugar à infra-estrutura para as Olimpíadas de Inverno. Aquelas que já foram derrubadas nunca poderão ser substituídas, mas se uma quantidade suficiente de pessoas protestar agora, será possível deter o avanço da devastação e garantir que nunca mais os Jogos Olímpicos destruam as maravilhas de nosso planeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário