loading...

LUIZA

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

EM COLETIVA PREFEITO DE ITABUNA FAZ BALANÇO DA GESTÃO A ANUNCIA NOVAS METAS


O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite (PRB), anunciou hoje que não será candidato à reeleição em 2016, mas que vai trabalhar firmemente pelo consenso dos partidos que formam a base aliada para que haja uma candidatura “única e forte”. Segundo Vane, motivos pessoais e o alto custo da campanha eleitora no próximo ano, o fizeram desistir da disputa. “Serei prefeito até o último dia do meu mandato para entregar à população uma cidade bem melhor do que a que encontrei”, garantiu.
Durante entrevista coletiva à imprensa regional, o prefeito Claudevane Leite afirmou que, apesar de ter encontrado uma prefeitura inviabilizada com aproximadamente R$ 500 milhões em dívidas, conseguiu impor um plano de austeridade, que está contribuindo positivamente para que setores fundamentais da administração pública pudessem avançar nos 32 meses do seu governo. “No ano passado chegamos a tocar simultaneamente 36 obras. Este ano, estamos tocando mais 26”, enumerou.
Na Saúde e na Educação, por exemplo, além de aprmpliar e manter em níveis crescentes o valor de investimentos, a atual administração municipal vem realizando o maior programa de reforma e ampliação de unidades de saúde e escolas. Na infraestrutura, Vane destaca a melhoria na mobilidade urbana, com criação de ciclovias e recuperação asfáltica das principais vias do centro e dos bairros da cidade.
“Além da parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura, com recursos próprios, já aplicou mais de 30 mil toneladas de asfalto em toda a cidade”, informou. A instalação da Unidade Modelo do Sinebahia, o incentivo à instalação de novas empresas e a consolidação de Itabuna como uma das cidades mais empreendedoras do Brasil, com a formalização de 6.500 novos empreendedores individuais, também são uma marca importante do governo do prefeito Vane.

RECUPERAÇÃO

No Hospital de Base, o prefeito de Itabuna lembrou que encontrou dívidas com fornecedores e funcionários, estrutura física comprometida, serviços essenciais desativados e a população desassistida. “Cerca de 60% do atendimento ambulatorial e de 80% nos serviços que eram prestados em imagem e diagnóstico e laboratorial haviam sido reduzidos”, lembrou Vane.
O prefeito Claudevane Leite destaca que, atualmente, no Pronto-Socorro da unidade hospitalar, cerca de 5.600 pacientes são atendidos por mês e uma média de 400 cirurgias – das mais simples até as mais complexas, como neurocirurgias e ortopedia – são realizadas todos os meses. Para o transporte de pacientes graves, que necessitam de tratamento intensivo, duas ambulâncias foram adquiridas pelo Hospital de Base. A atual administração criou a “Farmácia Satélite”, que funciona durante 24 horas, para atendimento às demandas dos pacientes internados.
Na área de tecnologia, a diretoria da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), liderada pelo médico Paulo Bicalho, adquiriu novos equipamentos de ponta e substituiu todo o sistema de cabeamento antigo por fibras ópticas. Na área administrativa foi realizada toda a digitalização da prestação de contas junto ao Tribunal de Contas dos Municípios, cujos dados ficarão disponíveis para os próximos gestores, através de uma senha eletrônica.
O Hospital de Base ganhou um novo aparelho de Raios-X e já está montando um moderno aparelho de tomografia computadorizada.
Mas, para o prefeito Claudevane Leite, um dos grandes destaques destes 32 meses da atual administração municipal encontra-se nas ações socioesportivas voltadas para crianças, adolescentes e a juventude. Destacou programas como Viv-A-rte e Casa das Artes, que juntos mantêm oito mil crianças em atividades culturais e esportivas, e o Projeto Bom de Bola, Melhor na Escola, que envolve mais de 2 mil crianças na prática esportiva.
Vane também falou da Fundação Marimbeta, onde mil crianças participam de oficinas no contraturno escolar. O prefeito falou das competições esportivas como o Interbairrros, que promove a integração de mais de 1.200 jovens atletas. A atual administração municipal também está promovendo a recuperação total de quadras poliesportivas e construindo quadras de areia e ginásios de esportes em unidades escolares da rede municipal, além do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), no Urbis IV, e o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no Fonseca.

QUEDA NO ÍNDICE DE VIOLÊNCIA
Segundo prefeito de Itabuna medidas preventivas e integradoras como estas, começam a se refletir na queda do índice de violência em Itabuna. No primeiro semestre, a cidade registrou a maior queda de violência dos últimos 10 anos. “Claro que estas ações e a parceria mantida com a Secretaria de Segurança Pública têm participação efetiva nessa melhora”, assegura Claudevane Leite.
Apesar das conquistas, o prefeito anunciou que, somente neste mês, houve uma queda de 38% no repasses de recursos federais para Itabuna. Por conta da crise nacional, com fortes reflexos na gestão municipal, será necessário demitir200 servidores, cujos contratos expiraram. “Claro que não gostaria de estar demitindo ninguém. Mas preciso ser responsável e garantir condições de pagar a folha dos servidores”, justificou. No entanto, o prefeito garantiu a realização de concurso público para substituir cerca de 400 servidores que hoje ainda trabalham em regime temporário de contratação.

GESTÃO RECONHECIDA NACIONALMENTE
O prefeito Claudevane Leite lembrou que desde a sua posse mantém o princípio da austeridade no governo. “Enquanto a maioria dos municípios só está fazendo isso agora, no dia da minha posse reduzi meu salário, do vice-prefeito, secretários e comissionados. De lá pra cá nenhum deles teve aumento de salário e nem terão até o fim”, afirmou.
As medidas de controle do erário e a aplicação de recursos acima da média constitucional nas áreas da Saúde e Educação em Itabuna acabaram de ganhar o reconhecimento nacional. Nesse final da semana, a revista Istoé publica um abrangente ranking das Melhores Cidades do Brasil, após levantamento elaborado pela Austin Rating, com base nos dados oficiais encaminhados por 5.565 prefeituras à Secretaria do Tesouro Nacional (STN).
Entre as cidades de porte grande, o município de Itabuna ficou em 12º, no ranking indicadores fiscais aplicação na Saúde e Educação, e 29º em indicadores sociais – Desenvolvimento Humano. O resultado do trabalho da consultoria identifica as cidades que estão conseguindo encontrar as melhores maneiras de atingir a máxima eficiência na administração dos recursos públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário