loading...

LUIZA

terça-feira, 29 de setembro de 2015

ITABUNA CUMPRE METAS E DEVE RECEBER MAIS DE R$ 167 MIL DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

O Ministério da Saúde (MS) acaba de reconhecer o trabalho desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde para garantir serviços de qualidade para os moradores de Itabuna. O destaque desta vez é o Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde (PQVC) desenvolvido pela Vigilância Epidemiológica a, que cumpriu sete metas das 14 executadas no município.
No sul da Bahia, a Vigilância Epidemiológica de Itabuna obteve a maior pontuação entre os municípios que alimentam o banco de dados do MS. Entre os principais indicadores avaliados estão abastecimento do sistema com a quantidade dos óbitos pelo município em até 60 dias, registro de pessoas nascidas vivas, atualização das informações mensais no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) e número de casos notificados de doenças.
Outros indicadores avaliados são proporção de casos de malária com tratamento adequado em até 48 horas, a partir do início dos sintomas; quantidade de imóveis visitados pelos agentes de combate as endemias, pelo menos quatro ciclos recomendados; número de testes de sífilis por gestante e testes de HIV realizados. Desde 2013 que Itabuna vem melhorando os serviços de acompanhamento e desenvolvendo ações para beneficiar um número maior de pessoas com realização gratuita de testes rápidos de HIV.
VERBAS
Esses indicadores são considerados para o repasse de recursos pelo Governo federal para investimentos em ações do setor de Vigilância Epidemiológica. Por ter atingido a pontuação estabelecida e levando consideração o número de habitantes (219.680 moradores- segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística–IBGE), o Ministério da Saúde vai repassar R$ 167.955,48 mil em recursos para investimentos na área no município de Itabuna.
A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Larissa Pimentel, explicou que a boa avaliação obtida comprova que o município está no caminho certo em relação aos serviços que oferece à população. Ela também destacou o empenho dos funcionários que compõe o Departamento de Vigilância em Saúde. “Agradecemos a cada enfermeira, técnico de enfermagem, digitador, recepcionista que se dedicaram no cumprimento dessas metas. Vamos trabalhar agora os pontos em que não fomos tão bem para conquistar melhor pontuação no próximo ano”, disse.
Já a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Tatiana Pires, comemorou a boa pontuação. “Já estamos estudando os itens sem pontuação, analisando as falhas para buscar sua correção e melhorar o atendimento. Nossa meta é sermos bem avaliados em todos os 14 indicadores propostos pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário