loading...

LUIZA

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

INSS 950 vagas – Edital deve sair após o dia 27 de novembro - Salários: nivel médio 5.259,87, e R$7.869,09 superior

Fonte: Folha Dirigida - Mestre - O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou na última segunda-feira, dia 26, o edital do concurso de remoção interna dos técnicos do seguro social, ao qual FOLHA DIRIGIDA teve acesso e que tem consulta no anexo abaixo. Este é o último entrave para que as regras do concurso destinado a preencher 950 vagas sejam publicadas. É que, após a seleção interna, o INSS poderá, enfim, concluir a distribuição das vagas pelo país e publicar o edital do concurso externo. Segundo o cronograma da seleção interna, o resultado final será publicado em 27 de novembro, levando a crer que logo após isso será publicado o edital esperado por milhares de candidatos.
Esse documento, que precisa ser divulgado até 29 de dezembro, segundo a portaria de autorização do Ministério do Planejamento, já está em fase final de elaboração. Quem confirmou isso foi a presidente do INSS, Elisete Berchiol, e o diretor de Gestão de Pessoas, José Nunes Filho, à diretora da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS), Terezinha Aguiar. Além disso, o instituto já definiu o Cespe/UnB como organizador, por dispensa de licitação, que será divulgada no Diário Oficial da União (DOU) em breve. O concurso de remoção dos analistas já foi finalizado.
A expectativa é que todas as unidades da federação sejam contempladas, tendo em vista as necessidades de pessoal da autarquia em todo o país. Inclusive, circula pelas redes sociais um documento do INSS que apresenta a lotação ideal de servidores nas gerências executivas e nas agências da Previdência Social (APS). O documento não informa se esse quantitativo refere-se somente ao cargo de técnico do seguro social ou inclui também as carreiras de analista e médico perito.
No entanto, a publicação sugere que o Estado do Rio de Janeiro poderá receber uma significativa oferta de vagas no concurso. A publicação aponta que o Estado do Rio de Janeiro tem uma defasagem de 215 servidores, sendo 74 na gerência da capital, 38 na de Duque de Caxias, 31 em Niterói, 29 em Campos dos Goitacázes, 22 em Volta Redonda e 21 em Petrópolis. Cada gerência regional abrange diversas cidades do estados. Até o momento, a Assessoria do INSS não confirmou a veracidade das informações. Confira a possível lotação ideal para todos os estados também em anexo abaixo.
Das 950 vagas autorizadas, 800 são de técnico do seguro social, que exige o nível médio e tem remuneração de R$4.614,87 (chegando a R$5.259,87, após seis meses), e 150 de analista, para graduados em Serviço Social, com rendimentos de R$6.832,89 (até R$7.869,09). O regime é o estatutário, com estabilidade. Os interessados devem continuar estudando, pautando-se por provas do Cespe/UnB, que será o organizador. As últimas seleções da autarquia são bons guias. Para técnico, o último concurso foi feito em 2011, porém com a organização da Fundação Carlos Chagas. Na época, os candidatos foram avaliados por meio de 60 questões objetivas, sendo 20 de Conhecimentos Gerais (Português, Ética no Serviço Público, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Previdenciário) e 40 de Conhecimentos Específicos.
Já para analistas, na área de Serviço Social, o último concurso aconteceu em 2008, sob organização do Cespe/UnB. Na ocasião, também houve 60 questões objetivas, versando sobre Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação Previdenciária, Legislação da Assistência Social e Conhecimentos Específicos. Os interessados nas vagas de analista devem considerar, porém, que em 2013 a disciplina de Raciocínio Lógico foi substituída por Ética no Serviço Público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário