loading...

LUIZA

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Para burlar direito de resposta, G1 diz que errou ao mentir sobre Lula


O Portal Vermelho desmascarou nesta terça-feira (24) a mentira publicada em matéria do G1, da Globo, que dizia que o procurador da Lava Jato teria dito em coletiva de imprensa que há comprovação do envolvimento de Lula.


Por Dayane Santos


Reprodução
  
A farsa manipulada pelo site foi publicada às 12h04 e oVermelho apontou a mentira em matéria publicada às 13h20. Diante do fato, o G1 resolveu burlar a nova lei de direito de resposta e dizer que se tratou apenas de um erro.

Segundo o G1, “ao transcrever a frase de um procurador sobre o ex-presidente Lula”, aconteceu um “erro”. No entanto, a dita frase não foi na declaração entre aspas do procurador, mas na análise feita pelo veículo sobre as declarações do procurador.

O G1 disse: “Saiu errado: ‘Diante da proximidade entre Bumlai e Lula, o procurador afirmou que há comprovação de envolvimento do ex-presidente petista no esquema de corrupção’. O correto é: ‘Diante da proximidade entre Bumlai e Lula, o procurador afirmou que não há comprovação de envolvimento do ex-presidente petista no esquema de corrupção’”.

O site da Globo confessa que o crime, que ela chama de “erro”, ocorreu em duas reportagens publicadas nesta terça-feira (24). A reportagem “Empréstimos de Bumlai foram pagos com contratos da Petrobras, diz MPF”, das 10h23, foi corrigida às 16h56. A reportagem "Preso na 21ª fase Operação da Lava Jato, Bumlai chega à Polícia Federal", das 12h04, foi corrigida somente às 17h18, ou seja, depois de quatro horas.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário