loading...

LUIZA

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

ANS: Vagas de 2º grau com salário acima do mercado - R$6.330,52

Não é sempre que um profissional com nível médio completo recebe mais de R$5 mil mensais. Essa não é a realidade no mercado privado de emprego, mas será a de 102 pessoas que forem classificadas no concurso da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Nesse caso, além das remunerações, que ultrapassam os R$6 mil, os novos servidores terão assegurada a estabilidade empregatícia, em função do regime estatutário de contratação, assim como outros benefícios.
Além da maior parte das 102 vagas ser destinada à sede da autarquia, no Rio de Janeiro (89 oportunidades, para lotação no bairro da Glória, Zona Sul da cidade), o certame, nacional, também contempla o Ceará, Distrito Federal, Pará, Paraná, São Paulo e Mato Grosso. Mas quem reside em outras unidades da Federação também pode concorrer, tendo como facilitador a possibilidade de fazer as provas em qualquer capital.O primeiro cargo é técnico administrativo, no qual haverá 66 novos concursados, que ganharão, em princípio, R$6.062,52. A agência reguladora também abriu 36 vagas para a carreira de técnico em regulação, que propicia ganhos de R$6.330,52, atualmente. Nesses dois valores estão incluídos R$373, referentes ao auxílio-alimentação. A carga de trabalho, de 40 horas semanais, é comum às duas funções, cujos servidores terão direito ainda a auxílio-transporte, assistência pré-escolar, assistência à saúde suplementar, gratificação natalina, adicional de férias e programas de gratificação por desempenho e por titulação.
Para se cadastrar é preciso acessar o site da organizadora, a Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), até 13 de dezembro. Até essa data, quem for membro de família de baixa renda e desejar pleitear isenção da taxa de inscrição, de R$74, poderá fazer a solicitação, na mesma página eletrônica. As provas objetivas, com 60 perguntas, e discursivas, com uma redação estão marcadas para 21 de fevereiro, em dois turnos: pela manhã aos técnicos administrativos e à tarde para os técnicos em regulação, em horários ainda não informados.
Com isso, os interessados podem isputar os dois cargos da seleção pública, que será válida, inicialmente, por dois anos, mas esse prazo pode dobrar. Em entrevista no último dia 18, a diretora de Gestão da ANS, Karla Coelho, enfatizou a pressa no ingresso dos aprovados. “Quanto antes melhor. Porém, fizemos um cronograma para esses ingressos, mas assim que o certame for homologado, queremos chamá-los rapidamente, e esperamos que até abril já estejamos com eles trabalhando aqui.”
Folha dirigida
Mestre

Nenhum comentário:

Postar um comentário