loading...

LUIZA

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

PLANO DE HABITAÇÃO DE ITABUNA PREVÊ REMOÇÃO DE 12 MIL PESSOAS PARA NOVOS CONJUNTOS DO MINHA CASA MINHA VIDA



Itabuna está entre os municípios baianos com maior investimento em moradias populares, com mais de 3.448 imóveis em construção e mais de mil apartamentos já entregues por meio do programa Minha Casa, Minha Vida. Em parceria da Prefeitura com o Governo Federal esses investimentos vão ajudar a reduzir o déficit habitacional histórico e garantir melhoria na qualidade de moradias para milhares de pessoas, a maioria vivendo atualmente em 18 áreas de risco já mapeadas pela administração municipal.
Concluído recentemente por técnicos das secretarias de Planejamento e Tecnologia (Seplantec) e de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o Plano Local de Habitação de Interesse Social (PLHIS) prevê que 12.310 pessoas precisam ser transferidas de áreas de 18 áreas de risco, onde atualmente residem precariamente. Elas vivem em mais de 3 mil habitações já mapeadas em locais que sofrem com enxurradas, alagamento e risco constante de deslizamento de terra.
Os bairros como maior quantidade de moradias precárias são Nova Itabuna, com 2.269 pessoas, vivendo em 565 habitações; Caixa D´Água com 1.416 moradores, 332 habitações; e São Pedro, com 1.280 pessoas, 329 habitações. Os demais habitantes de moradias precárias estão no Manoel Leão (164 pessoas), Santa Catarina (32), Ferradas (171), Sinval Palmeira (654), Lomanto (91), Daniel Gomes (983), Maria Pinheiro (231), Fonseca (366), Novo São Caetano (276), Zizo (363) e Pedro Jerônimo (475). O levantamento de campo mapeou ainda moradias precárias nos bairros Sarinha Alcântara (338), Jardim Primavera (525), Góes Calmon (21), Fátima (343), Conceição (574), João Soares (28), Monte Cristo (825), Santa Inês (327) e Corbiniano Freire (292), além da comunidade do Vila da Paz (296). Segundo o secretário de Planejamento e Tecnologia, Wenceslau Júnior, parte dessas pessoas será beneficiada com moradias de qualidade nos conjuntos habitacionais Jubiabá, Gabriela e São José, no bairro Ferradas e Nova Ferradas, e Itabuna Parque, no São Roque.
O secretário destaca também que no atual governo já foram entregues dois conjuntos habitacionais: Jardim América I e II, na região do bairro Nova Califórnia, beneficiando cerca de mil famílias. Wenceslau Júnior explica que, além disso, o PLHIS definiu diretrizes, metas, prioridades, fontes de financiamento para a implantação das políticas publicas para melhorar as condições de moradia. As conclusões do PLLHIS serão enviadas à Câmara de Vereadores ainda neste semestre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário