loading...

LUIZA

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Homicídio cai 33% em janeiro no ES, menor índice em 25 anos

O governador Paulo Hartung coordenou a segunda Reunião de Indicadores Criminais, realizada natarde desta quarta-feira (17), na Sala de Decisão, Palácio da Fonte Grande. O mês de janeiro de 2016 apresentou redução de 33% nos registros de homicídios em todo o Estado (95 ocorrências)comparado com o mesmo período do ano passado. Este é o menor número contabilizado pelaSecretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) nos últimos 25 anos.
A Região Metropolitana da Grande Vitória apresentou redução de 27,3% nos registros de homicídios(com 56 ocorrências) e os municípios do Interior tiveram queda de 40% nos homicídios (com 39registros). Todos os dados são de janeiro de 2016, comparados com o mesmo período do anoanterior. Participaram da reunião o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia; o subcomandante da Polícia Militar, coronel Ilton Borges, representando o comandante-geral; chefede Polícia Civil, Gracimeri Gaviorno; comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel MarceloD’Isep Costa; secretários municipais da Segurança Pública da Grande Vitória; comandantes debatalhões; delegados; e interlocutores da área da Segurança Pública.
Ao final da reunião, o governador Paulo Hartung aproveitou a presença da cúpula da segurançapública do Estado para parabenizar os gestores pelos índices conquistados em 2015 e nos primeirosmeses deste ano. "Enquanto governador e em nome dos capixabas, registro meu agradecimento aosgestores presentes nesta reunião. Os índices conquistados no ano passado e no começo deste anosão dignos de reconhecimento. Os resultados foram obtidos com gestão dos recursos e efetivospoliciais e, neste sentido, reforço nosso pedido neste sentido durante este desafiador períodosocioeconômico que o país está atravessando", salientou o governador Paulo Hartung.
O governador ressaltou que o modelo de integração das instituições ligadas à segurança pública éreferência nacional. "Não se faz segurança sem uma colaboração entre as polícias Militar e Civil emsintonia com os demais órgãos e poderes veiculados. Temos um modelo que serve de referêncianacional", comentou.
Para o secretário André Garcia, “o esforço de todos os servidores da área da Segurança Pública temsido o diferencial na manutenção da redução dos indicadores criminais. Iniciamos o sétimo ano deredução consecutiva dos homicídios e o comprometimento de todos tem apresentado os resultadosque a sociedade capixaba necessita. Estamos empenhados em colocar o Espírito Santo entre osestados mais seguros do Brasil”.
Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário