loading...

LUIZA

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

RALLY CERAPIÓ - BARROSO LEVA TRICAMPEONATO E RALLY DISTRIBUI ÓCULOS E 10 MIL LIVROS

Teresina (PI) – O cearense Lucas Barroso ampliou a sua hegemonia entre os UTVs da classe Graduado e comemorou o tricampeonato na 29ª edição do Rally Cerapió. Após quatro dias e 1.300 quilômetros entre Maranguape-(CE) e Teresina (PI), o piloto comemorou na noite deste sábado no lugar mais alto do pódio, ao lado do navegador mineiro Breno Rezende. A dupla competiu a bordo do veículo Can-Am Maverick 1000R Turbo, que concluiu o desafio sem exigir qualquer tipo de manutenção da equipe Terrabella Racing.
Pelo segundo ano consecutivo, Barroso foi absoluto e liderou a disputa de regularidade de ponta a ponta. “Foi um desempenho perfeito, superamos todos os desafios e o Breno foi excepcional na navegação. Mais uma vez, conquistamos o título a bordo de um veículo Can-Am Maverick, que está perto da perfeição”, disse o piloto. Praticamente original de fábrica, o Can-Am Maverick 1000R Turbo utilizado na prova mostrou poder e resistência. “Instalamos apenas os itens de segurança no UTV. Dias antes da largada, a organização anunciou que o Cerapió colocaria os veículos à prova e que haveria muita pedra e ‘quebradeira’ no caminho. Como eu confio muito no Can-Am Maverick, lancei o desafio para a equipe de que íamos concluir o trajeto sem nenhum tipo de manutenção. E foi o que aconteceu, o veículo foi perfeito e os mecânicos da Terrabella Racing ficaram de férias no Cerapió”, relatou Barroso, com muito bom humor.
Para dizer que não houve contratempos, a dupla teve de trocar um pneu furado. “Mesmo assim, foi o nosso recorde de tempo de troca de pneu, com 2min20”, acrescentou o piloto. “Este foi apenas o início da temporada 2016, estou muito animado para acelerar no Rally dos Sertões e no Brasileiro de Rally Cross Country, além de disputar competições regionais da modalidade e de rally baja”, antecipou.
O Rally Cerapió, que nos anos ímpares é chamado de Piocerá (pelo roteiro ter início no Piauí e fim no Ceará), também foi disputado por quadriciclos, motos e carros, além de reunir bicicletas. A Can-Am foi sucesso na trilha e nos bastidores como apoiadora do evento, que ainda teve espaço para ações sociais. Foram doadas cestas básicas por parte dos inscritos, encaminhadas para a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Fortaleza-CE, e a programação teve os projetos “De Olho na Trilha” (consultas oftalmológicas com distribuição de óculos) e “Rallyteca” (entrega 10 mil llivros).

Nenhum comentário:

Postar um comentário