loading...

LUIZA

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Vigilância Sanitária reforça alerta à população de Itabuna para evitar ingestão de água salobra

O Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta a população de Itabuna a evitar a ingestão direta da água distribuída pela Emasa pelos elevados níveis de cloretos, decorrentes da captação em Castelo Novo, que sofre efeitos da maré. A retomada do bombeamento deste local se deve à insuficiência de água no Rio do Braço para o abastecimento regular, pela queda de vazão do Rio Almada.
As nascentes do rio sofrem com a falta de chuvas desde janeiro, mesma situação enfrentada, por cerca de 180 dias, a partir de agosto do ano passado.
A Vigilância Sanitária informa que o alerta é para que problemas de saúde sejam evitados pelo consumo impróprio de água salobra. Este aviso reforça o já distribuído pela Emasa, tão logo amostras de seu laboratório demonstraram elevado nível de cloretos na água distribuída à toda cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário