loading...

LUIZA

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

VOTAÇÃO DO PLS 555 ADIADA PARA 15 DE FEVEREIRO

Mais uma prova da importância da mobilização contra os avanços da direita. O Dia Nacional de Luta em Defesa das Empresas Públicas, dia 3, somado às diversas ações realizadas desde o início da semana, resultou em novo adiamento da votação do PLS 555, o Estatuto das Estatais, que coloca em risco as empresas públicas brasileiras. A pressão sobre os parlamentares surtiu efeito, mas a ameaça continua, já que o projeto volta para pauta no próximo dia 15. Em Itabuna, a manifestação se concentrou em frente à Caixa Grapiúna, na Avenida Cinquentenário.  O PLS 555 era o primeiro ponto da pauta de votação do Senado nesta quarta, mas foi retirado com previsão de voltar ao debate no dia 15 de fevereiro. Até lá, um grupo de técnicos do Senado e lideranças de partidos deverão apresentar substitutivo ao projeto.
  A coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e representante dos trabalhadores no Conselho de Administração da Caixa, Maria Rita Serrano, revela que a elaboração de um substitutivo foi assegurada após reuniões com a senadora Gleisi Hoffmann (PT) e com Roberto Requião (PMDB), na terça 2, em Brasília.
  O movimento sindical defende que seja retirada a obrigatoriedade de estatais, como Caixa e BNDES, tornarem-se sociedades anônimas. Os trabalhadores também querem que caia o veto à participação de pessoas ligadas a sindicatos (inclusive sindicalizados) nos conselhos de administração e nas diretorias das estatais, além do fim da imposição de mudanças na composição acionária das empresas.
Site – Mais informações sobre a luta contra o PLS 555 estão no www.diganaoaopls555.com.br.
Fonte: SP Bancários e Feeb Ba/Se

Nenhum comentário:

Postar um comentário