loading...

LUIZA

terça-feira, 1 de março de 2016

1,5 mil leituristas da Coelba ajudarão no combate ao Aedes aegypti

Cerca de 1,5 mil leituristas da Coelba reforçarão o combate à dengue na Bahia. A parceria com o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Saúde (SESAB), foi anunciada ontem, 23/02, em Salvador e será iniciada em março. A estratégia da empresa é utilizar estes profissionais, que diariamente coletam consumo mensal de energia elétrica dos mais de 5,7 milhões de clientes, para identificar focos do mosquito e informar as autoridades sanitárias sobre potenciais criadouros. Para isso, os leituristas receberão treinamento da SESAB. Ao identificarem áreas de risco de reprodução do mosquito, como pneus, vasos, tonéis, garrafas e demais locais de acúmulo de água parada, os leituristas irão repassar informações aos órgãos competentes. As anotações e indicações dos locais sob risco serão feitas nos próprios equipamentos de coleta de leitura que já estão configurados para receber os dados. As informações resultarão em um relatório que será encaminhado à Secretaria Estadual de Saúde para que sejam tomadas as medidas necessárias. A intenção é dar mais agilidade ao mapeamento dos focos de reprodução e auxiliar na eliminação do mosquito que transmite doenças como a dengue, zika e chicungunha.
Além disso, os colaboradores da Coelba atuarão em outra frente de combate: na disseminação de informações.
No ato da impressão das contas de energia, irão difundir, por meio de panfletos, orientações de como eliminar o foco e manter o imóvel longe do perigo. As informações sobre o combate ao Aedes aegypti também serão divulgadas na própria fatura de energia, entregues mensalmente aos clientes da Coelba e nas redes sociais da concessionária. As peças estão sendo confeccionadas e serão impressas nas contas a partir do mês de abril.
Em todas as agências de atendimento e estabelecimentos credenciados como Coelba Serviços, no estado, também terão cartazes e folhetos com dicas de como combater o mosquito e principais sintomas da doença. As orientações também serão feitas aos demais colaboradores da empresa, através de palestras e material informativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário