loading...

LUIZA

quinta-feira, 31 de março de 2016

Após o sucesso da primeira temporada, Escape ganha mais duas sessões em abril

Já pensou em jogar um game com atores de carne e osso na sua frente? Essa é a proposta do Coletivo ERA Game Studio, grupo que mescla o universo teatral com a dos vídeo games. Depois de um mês em cartaz, o espetáculo Escape, volta para fazer duas apresentações no Teatro Moliére, na Ladeira da Barra.
Escape é uma fusão entre jogo e teatro. A proposta é que o público interaja e possa controlar o destino e a ação das personagens, sentados na plateia. Os caminhos da trama são comandados pelo espectador que, pela primeira vez, tem a oportunidade de controlar não só o encaminhamento da história, como também o seu personagem escolhido. 
A diretora da peça, Ana Antar, 29 anos, explica que eles trabalham com um hibridismo. Escape está no meio do caminho desses dois mundos, sem nunca se taxarem como teatro ou vídeo game, o coletivo acredita que por estar num palco consegue criar enredos múltiplos trazendo um diferencial para os dois universos, que possuem ações e textos fixo. “Nascemos no teatro e dele ficou o que se tem de mais valioso, a presença viva do ator. Unimos isso ao mundo dos jogos digitais e daí surgiu a Experiência de Realidade Alternativa.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário