loading...

LUIZA

quinta-feira, 10 de março de 2016

Beneficiários do “Minha Casa, Minha Vida” em Itabuna assinam contratos



A história de vida do casal Isabel de Fátima Coelho e José Vidal dos Santos Coelho ganhou novo capítulo nesta quarta-feira, 9, quando assinaram contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF), no Grapiúna Tênis Clube. As 16 páginas do documento fizeram os aposentados recuar até a década de 70, quando se conheceram e colocaram a aquisição de um imóvel na lista de prioridade para suas vidas. Foi um sonho que só foi possível se concretizar agora com a assinatura do contrato do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, para unidades habitacionais do Condomínio São José, em Ferradas. Isabel de Fátima e José Vidal afirmam que a renda da família pequena não permitia a viabilidade do sonho de morar em um imóvel próprio em condomínio com rua pavimentada, rede de esgoto, água potável e bem próximo de um ponto de ônibus. Após a assinatura do contrato, o casal não vê a hora de mudar-se para apartamento, porque nos últimos anos o endereço onde vive é de uma casa de herdeiros no bairro de Ferradas. “Passou um filme das nossas vidas nas últimas décadas. Agora acabaram os dias de angústia e sofrimento porque não tínhamos um lar, mas hoje ganhamos o direito de morar em um lugar decente”, conta José Vidal. O sonho antigo de morar em um imóvel confortável, com fácil acesso e novinho está se tornando realidade também para aposentada Angelina Domingos dos Santos, 70 anos. Uma das primeiras beneficiários do Minha Casa, Minha Vida a assinar contrato na manhã de hoje, a aposentada disse que ficou muito emocionada ao receber o contrato para assinar. “São quase 50 anos esperando o dia de ter uma casa própria. Atualmente moro em um imóvel emprestado pelo meu filho mais velho e não via hora de assinar a escritura que me dá direito a ter meu próprio lar”, afirma a aposentada.Dona Angelina Domingos diz ainda que o melhor é que o apartamento fica a poucos metros de onde sempre morou e criou seus filhos. “Vou continuar morando perto de velhos amigos, conhecidos e parentes. Não vejo a hora de ir para lá com a minha filha, que está vindo do Rio de Janeiro para me fazer companhia. Gosto dos meus atuais vizinhos, mas já avisei para eles que estou indo para o melhor lugar do mundo, que é minha casa, meu canto para viver o resto da minha vida sossegada”.

CONTAGEM REGRESSIVA
Outro beneficiário que estava muito emocionado com a assinatura do contrato com a CEF foi o aposentado Hermano de Jesus, 60 anos. Morador do bairro Califórnia, Hermano conta que está em contagem regressiva para livrar-se do aluguel mensal de R$ 180. “Vou deixar de ser cigano, de ficar trocando de casa toda a vez que o dono precisava do imóvel. Esse é um dos problemas em morar na casa dos outros”, desabafou.
Hermano de Jesus conta que fará a mudança assim que receber as chaves de seu apartamento. “É muito triste a velhice chegar para pessoa de baixa renda que não possui um imóvel próprio. Não tenho palavras para dizer como estou feliz. Hoje é uma data mais que especial para nós, que fomos contemplados com imóveis confortáveis para abrigar nossas famílias”, sublinhou.
Nesta terça-feira estão sendo assinados os 300 primeiros contratos dos beneficiários do Condomínio São José com iniciais de A a I. Nesta quinta-feira será a vez das pessoas com iniciais de J a M, e na sexta-feira, assinam aqueles com iniciais de N a Z. A cerimônia de assinatura contou as presenças do secretário municipal Francisco Edes Batista, da Assistência Social, e do vice-prefeito Wenceslau Júnior, secretário de Planejamento e Tecnologia, além dos vereadores Jairo Araújo e Aldenes Meira e representantes da Caixa Econômica Federal.
O secretário Francisco Edes Batista destacou que os contemplados com unidades habitacionais são realmente famílias que precisam muito de uma moradia em local adequado, com toda a infraestrutura necessária para viver bem e com dignidade. Já Wenceslau Júnior informou que até o final do ano serão entregues mais 2.500 imóveis nos conjuntos habitacionais Itabuna Parque, no bairro São Roque, Gabriela e Jubiabá, em Ferradas.
“Nos últimos três anos a administração do prefeito Claudevane Leite fechou a contratação de 4.052 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida. Continuamos trabalhando para novas contratações”, afirmou Wenceslau Junior. “Já fizemos contatos com a Caixa Econômica Federal e com o governo federal, em Brasília, e estamos confiantes”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário