loading...

LUIZA

sábado, 5 de março de 2016

GAROTO DE 17 ANOS É APROVADO EM 2º LUGAR NO TRE/RR E TOMA POSSE



por Coruja Concurseira - Muitos adolescentes estão preocupados com suas provas na escola ou vestibulares. Talvez você se lembre quando tinha seus 17 anos onde o seu maior desejo era terminar a escola e finalmente tirar sua carteira de motorista! Ou então conseguir um emprego.. Sair de casa... Estudar para o vestibular.. Enfim.Acontece que alguns jovens são um ponto fora da curva, que é o caso do Ianh Coutinho. Aos 17 anos e já no segundo semestre da faculdade de Direito, ele queria estabilidade financeira e resolveu fazer um concurso público.
Eram 4 vagas ofertadas para a função de técnico judiciário do TRE de Roraima, QUATRO! Durante quatro meses se dedicou aos estudos e deixou para trás mais de 7 mil candidatos, conquistando o 2º lugar no concurso.
"Eu não sabia nem como as questões de concurso eram feitas, achava que era igual a vestibular. Então, primeiro entendi como funcionam essas provas e depois que aprendi a resolver prova de concurso, comecei a estudar as matérias cobradas pelo edital"
No mesmo período em que decidiu estudar para o concurso, o jovem começou a perceber os concorrentes no curso preparatório. Ele via que os colegas pareciam saber muito do conteúdo e chegou até a acreditar que não conseguiria ser aprovado.
"Era muita gente querendo aquelas vagas. Eu achava que era impossível passar e no dia da prova, fui tranquilo, porque acreditava que não tinha chance alguma. No fim das contas, acho que isso até me ajudou a não colocar tanta esperança na prova"
Quando viu o seu nome na lista dos aprovados, toda a família chorou de emoção:
"Foi uma agonia desde que soubemos que ele havia sido aprovado, pois só tinha 17 anos e corria o risco de não ser empossado por causa da idade". Disse a mãe de Ianh.
Mas não foi o que ocorreu, no dia 16 de dezembro de 2015, Ianh (agora com 18 anos) tomou posse em Boa Vista/RR e diz estar ansioso para começar a trabalhar como Técnico Judiciário. O salário do cargo chega a R$ 5.425,79.


PREPARAÇÃO

Para ter o nome na lista dos aprovados, foi preciso muito esforço e dizer "não" para todas as distrações.

A sua rotina era de oito horas de estudo por dia, tão cansativa para o jovem que chegava até a assustar sua família.

"Minha mãe me chamava para comer, mas eu só ia quando terminava de ver todo o conteúdo que estava estudando. Também percebi que às vezes quando saía de casa e passava três a quatro horas na rua acabava não fazendo nada, e por isso passei a preferir ficar em casa estudando".

As tardes e noites coincidiram com o período de férias da faculdade, e eram totalmente dedicadas às matérias previstas no edital do concurso. "Eu estabeleci a meta de só dormir depois da meia-noite. Então, tinha que estudar todos os dias até esse horário".
DICAS PARA QUEM ESTUDA

Para o jovem roraimense, os principais segredos são: não desistir e pensar na recompensa.


"Na hora em que você está estudando, há momentos em que bate o desânimo. Você começa a pensar que não está aprendendo nada, e que aquilo não vai te levar a lugar algum. Então, a pessoa tem que pensar na recompensa, que só vem depois da aprovação".

"Metade do meu tempo de estudo foi dedicado aos exercícios. Eles são o segredo para a aprendizagem. Além disso, eu foquei muito em português, porque toda a prova está nessa língua e se você não souber o significado de uma palavra, por exemplo, pode perder uma questão de Direito ou de Informática", afirmou o mais jovem servidor do TRE/RR.

Se você quer aprender estudar de forma estratégica e ter seus resultados acelerados, o professor especialista em estratégias para concursos Gerson Aragão está disponibilizando gratuitamente o seu livro digital de técnicas e estratégias para concursos. CLIQUE AQUI para baixar o seu.

Além de receber o livro você assistirá também um treinamento gratuito onde vai aprender uma nova forma de estudar para concursos públicos.

Acesse: www.corujaconcurseira.com.br

falecom@corujaconcurseira.com.br

Com informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário