loading...

LUIZA

quinta-feira, 3 de março de 2016

Itabuna, será o primeiro município do Brasil a borrifar casas em nova etapa de combate ao Aedes aegypti

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, anunciou hoje, em Salvador, que Itabuna será o primeiro município do Brasil vai utilizar o inseticida residual intradomiciliar nesta nova etapa de combate do mosquito Aedes Aegypti. Trata-se de um processo de borrifação amplamente empregado no combate ao mosquito em áreas onde há o registro de maior número de casos. O secretário, no entanto, não divulgou a data de início da operação.De acordo com Vilas-Boas a proposta é atingir com o sistema de borrifação o maior número de residências no menor prazo possível. O anúncio foi feito no Centro Administrativo da Bahia, ao participar de um encontro com empresários e representantes dos veículos de comunicação do estado. No entanto, o secretário estadual de Saúde alertou que, no curto prazo, a estratégica mais eficaz para o controle da doença continua sendo o combate às larvas e aos focos do mosquito.
Em Itabuna, o QG de Combate ao Mosquito da Secretaria Municipal de Saúde montado para atender, 24 horas por dia, pacientes que apresentem sintomas de dengue, zika vírus ou chikungunya já contabilizou 14.350 atendimentos em janeiro e fevereiro. Para além do atendimento médico, o município, com a participação da sociedade civil organizada, também tem realizado faxinaços em bairros, visitando casas, limpando ruas e alertando a população para que evite acumular água, lixo e entulhos nas ruas. Além disso a orientação permanente é para que a casa seja vistoriada pelo menos uma vez por semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário