loading...

LUIZA

quinta-feira, 21 de abril de 2016

RN 1500 movimenta o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

São Paulo (SP) – O Rally RN 1500 promete desafios e paisagens incríveis na 18º edição, que teve início nesta quinta-feira (21) em Natal, capital potiguar. Apoiado pela Can-Am, o evento é válido como a segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country e reúne alguns dos principais pilotos e navegadores do país. O nível técnico promete ser alto na categoria para UTVs, com destaque para os competidores a bordo da família de veículos Can-Am Maverick, sendo que as disputas ainda envolvem quadriciclos, motos e carros.
O roteiro tem cerca de mil quilômetros, 518 deles de trechos cronometrados, e inclui pernoites em Guamaré e Currais Novos antes de retornar a Natal, palco da chegada neste domingo (24). O grid dos UTVs conta com pilotos experientes, como Bruno Sperancini, a bordo do Can-Am Maverick Xds - o mesmo que conquistou o Rally dos Sertões no ano passado. O mineiro tem Breno Rezende como navegador.
“O RN 1500 é uma prova muito dura e marca o início da nossa preparação para o Rally dos Sertões. Temos areia no início da prova e depois muita pedra, calor e quebradeira. É como se fosse um ‘mini’ Sertões”, comparou. Sperancini representa a equipe Quadrijet Racing, que ainda conta com a dupla maranhense formada por Vinícius Mota e Rafael Shimuk com o Can-Am Maverick Xds Turbo 2016.
A equipe Box Adventure reforça a briga por vitórias entre os UTVs. Marcus “Jatobá” Lins / Daniel Fonseca (com o Can-Am Maverick Turbo 2016), Vitor Lyra / Lavoisier Júnior, (Can-Am Maverick Xds Turbo 2016) e Eduardo Vieira / George Hamilton (Can-Am Maverick Turbo 2016) pretendem levar bons resultados para o Estado do Alagoas.
“Além do calor, estamos acostumados com os tipos de terrenos do Rio Grande do Norte, já que parecem com os da nossa região. O Maverick traz segurança, estabilidade e resposta rápida do motor, eu me sinto muito à vontade com o equipamento”, contou Jatobá, que abriu o Brasileiro em terceiro lugar na classe UTV Pró.
Vitor Lyra estreia no cenário nacional de Rally Cross Country. “Participei de provas no Alagoas, mas é a primeira vez no Brasileiro. Nossa meta é competir com ritmo forte, mas preservando a segurança, já que a prova é longa e qualquer erro pode custar caro”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário