loading...

LUIZA

sábado, 7 de maio de 2016

Aberta em Itabuna visitação ao Museu Itinerante “Se prepara Brasil”

Uma manhã de conhecimento e descobertas sobre as Olímpiadas. Foi assim que a estudante Samanta Santos, 9 anos, classificou sua visita ao Museu Itinerante “Se Prepara Brasil — O Caminho do Esporte até o Rio de Janeiro” sobre uma carreta estacionada na Praça Otávio Mangabeira (Camacan), no centro de Itabuna. A menina, acompanhada da avó Wanuzia Martins, foi uma das primeiras itabunenses a interagir com a avançada tecnologia que exibe histórias e fatos sobre o maior evento esportivo mundial. A visitação foi aberta hoje às 9 horas e prossegue até às 18 horas de amanhã com acesso gratuito ao público.
A exposição reúne peças dos acervos do Comitê Olímpico Internacional (COI), do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do Comitê dos Jogos Rio 2016, além de coleções particulares. “O Museu é muito lindo. Aqui tem os mascotes das Olimpíadas Rio 2016, chuteiras dos jogadores de futebol, mas o que mais gostei foi da mesa digital, que a gente pode mexer para ler as informações sobre os jogos olímpicos e também sobre a cidade do Rio de Janeiro”, a pequena Samanta, que não continua sua felicidade.
O Museu Itinerante também foi visitado por um grupo de 34 crianças do Centro Comunitário de Assistência Social da Legião da Boa Vontade (LBV). As crianças e adolescentes, entre cinco e 14 anos, assistiram com atenção os vídeos exibidos com relatos e caracterização das Olimpíadas ao longo da história e a exposição. O grupo esteve acompanhado da educadora Nilma Lucas, que também se mostrou bastante entusiasmada. “Os alunos estão encantados com esta visitação que, além de diversão, é conhecimento, já que é um museu bastante interativo. Puderam manusear a mesa digital e aprender sobre a história das Olimpíadas e do Brasil e das cidades por onde a Tocha Olímpica passará”, comentou.
Para o estudante William Gonçalves, que se disse apaixonado por tecnologia, a visita despertou muito interesse pela história do Maracanã, um dos estádios onde os jogos olímpicos serão realizados. “Li as informações exibidas pela mesa digital sobre o Maracanã, que para receber as Olimpíadas foi ampliado e agora tem espaço 60 mil pessoas. Antes tinha capacidade para 45 mil lugares”, relatou. “Também vi os novos modelos de chuteiras coloridas usadas pelos jogadores muito diferentes daqueles do passado que pareciam duras e desconfortáveis”, acrescentou.
Além da carreta com Museu Itinerante, os estudantes da LBV também visitaram os estandes montados pelo 4º Grupamento de Bombeiros Militares e a Secretaria Municipal para um trabalho de divulgação e prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) pelo pessoal do Centro e Referência, Assistência e Tratamento (CERPAT). A exposição estará aberta ao público das 9 às 18 horas.
A coordenadora do Comitê Olímpico em Itabuna Dinamar Guimarães informou que as escolas da rede pública e particular podem agendar a visita com as consultoras da Bradesco Seguros, na Praça Otávio Mangabeira. Também visitaram a carreta olímpica, os quatro condutores da Tocha Olímpica indicados pelo prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, os atletas de futebol Paulo Roberto Rezende (Paulão); do atletismo Pedro Sebastião Filho, o Pedro das Medalhas; da natação Maruse Dantas Xavier; e a professora aposentada de Educação Física Oscarlina Magalhães Silva (Kalila).
Também prestigiou a abertura do evento o vice-prefeito Wenceslau Junior, que representou o prefeito Claudevanen Leite, o secretário municipal de Esportes e Recreação, José Evaristo Cardoso Neto, a presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania, Nilmecy Gonçalves, o ex-secretário Evans Maxwel Silva, o representante da Polícia Rodoviária Federal, 4º Grupamento de Bombeiros e 15º Batalhão de Polícia Militar e desportistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário