loading...

LUIZA

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Escuta ambiental foi encontrada no gabinete do ministro do Supremo

  Um grampo foi encontrado pela segurança do Supremo Tribunal Federal (STF) no gabinete do ministro Luís Roberto Barroso. O aparelho de escuta estava numa caixa, embaixo da mesa do ministro. O equipamento tinha capacidade de captar as conversas no ambiente.

Ministro BarrosoMinistro Barroso
 O grampo foi encontrado no dia 11 de abril, mas estava desativado, entretanto, só agora a informação foi passada para a imprensa pela assessoria do STF, que informou ainda que o Supremo abriu uma investigação interna. 

Barroso foi relator de recursos sobre o rito do impeachment e das execuções das penas do processo do chamado "mensalão do PT".

Gravíssimo

  O ministro afirmou à imprensa que se trata de um fato nefasto cometido contra um ministro da Suprema Corte. "Eu acho, do ponto de vista institucional, gravíssimo. Uma ousadia, uma desfaçatez alguém colocar um aparelho de escuta no gabinete de um ministro do Supremo, tenha sido no meu, ou se isso estivesse aí desde muito antes, o que não se sabe”, disse Barroso.
  "A gravidade é alguém saber por antecipação o que eventualmente estou pensando em fazer num processo. Mas fora isso, aqui é um espaço totalmente republicano, de modo que não há risco de ter aparecido qualquer coisa errada", completou em seguida.
  Segundo informações do G1, "os funcionários não têm ideia de quando o aparelho foi colocado no local", porque o ministro começou a despachar no gabinete em junho de 2013, quando tomou posse na Corte, mas na época, fez uma reforma no local. Antes de Barroso, quem ocupava o gabinete era o ministro aposentado Joaquim Barbosa. Ele deixou o local de trabalho em novembro de 2012, quando assumiu a presidência do STF.

Do Portal Vermelho, com informações de agências

Nenhum comentário:

Postar um comentário