loading...

LUIZA

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Itabuna adotará sistema de Lista Única para acesso às cirurgias pelo SUS

O secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, anunciou hoje que Itabuna adotará o sistema de Lista Única que permitirá a ampliação do acesso dos pacientes aos procedimentos cirúrgicos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Com o novo serviço, a Prefeitura vai otimizar o tempo/resposta do fluxo de atendimento, desde o cadastramento e encaminhamento até o acompanhamento do final usuário do SUS.
O sistema foi apresentado na reunião da Comissão Intergestores Regional (CIR), na segunda-feira passada, dia 16, no prédio do antigo Sesp, pela coordenadora do no Núcleo Regional Sul da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), Mariza Eduane Costa Pinheiro,contando com a participação de secretários municipais de Saúde da região. No encontro, a secretária de Saúde de Floresta Azul, Domilene Costa, foi eleita a nova presidente da CIR.O gestor municipal da Saúde de Itabuna explicou que o sistema está sendo implantado em Salvador pela Secretaria de Saúde da Bahia e surgiu como forma de redefinir estratégias de ampliação do acesso às cirurgias eletivas no SUS. E também pela necessidade de identificar o cenário atual do acesso aos demais procedimentos cirúrgicos no estado.
Paulo Bicalho adiantou que a primeira fase do sistema Lista Única consiste no cadastramento pela Secretaria Municipal de Saúde da demanda existente em Itabuna. Após análise e identificação dos casos serão definidas as ações estratégicas para a fase seguinte do atendimento. “O sistema Lista Única veio num momento oportuno, pois trará benefícios para pacientes que necessitam de cirurgias eletivas e que serão convocados de acordo com a ordem na fila”, elogiou o secretário.
Já a coordenadora do Núcleo Regional Sul de Saúde da Sesab, Mariza Eduane Costa, adiantou que técnicos da Secretaria de Saúde de Itabuna, que vão trabalhar diretamente com o novo sistema receberão treinamento nesta quinta-feira ministrado por técnicos da Sesab, na sede do Núcleo Regional Sul. Ela também ressalta a importância do novo sistema que, segundo afirma, facilitará o acesso do paciente ao serviço. “O mais importante é que a partir da implantação, o município será o principal órgão regulador, o que irá agilizar o atendimento”, conclui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário