loading...

LUIZA

terça-feira, 31 de maio de 2016

Itabuna se organiza para a Conferência Municipal da Cidade


Estabelecer um debate democrático entre o poder público e a sociedade civil organizada para definir juntos, a partir da realidade local, que tipo de cidade se pretende construir nos próximos anos é o principal objetivo da VI Conferência Municipal das Cidade promovido pela Prefeitura de Itabuna, sob a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). O evento acontece nos dias 13 e 14 de junho, no Centro de Cultura Adonias Filho.
Pela programação, a Conferência será aberta no dia 13, às 19 horas, e prossegue no dia seguinte, dia 14, das 8 às 12 e das 14 às 18 horas. O evento faz parte de uma das etapas preparatórias para a realização da VI Conferência Estadual das Cidades – acontece de 22 a 25 de novembro, em Salvador – e VI Conferência Nacional das Cidades – prevista para 5 a 9 de junho de 2017, em Brasília.
De acordo com a Comissão Organizadora, o tema da Conferência Municipal da Cidade será “A Função Social da Cidade e da Propriedade”. A proposta é promover um amplo debate sobre os desafios na construção de uma Itabuna inclusiva, participativa e socialmente justa. “Será a oportunidade para que as pessoas e as instituições da sociedade deem sua opinião, façam intervenção em favor da cidade, suas funções e da propriedade”, destaca o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e coordenador da Conferência, Marcos Monteiro.Segundo o secretário, a participação de toda a sociedade é essencial para que os objetivos fundamentais da Conferência sejam alcançados. O evento é realizado a cada três anos. “A discussão em torno do tema só terá sentido se pudermos ouvir o principal ator: a população de Itabuna”, assegura Marcos Monteiro. Ao final da Conferência serão escolhidos os delegados que representarão o município na VI Conferência Estadual das Cidades.
A Comissão Preparatória da VI Conferência Municipal da Cidade de Itabuna é formada por representantes do poder público e de diversos segmentos sociais, a exemplo de representantes das secretarias municipais de Desenvolvimento Urbano, de Planejamento e Tecnologia e da Assistência Social; e do Poder Legislativo. Também do movimentos sociais e populares; trabalhadores e profissionais, acadêmicos e de pesquisa. Os nomes de cada um dos representantes dos segmentos estão publicados na edição de 24 de maio de 2016 do Diário Oficial do Município edição nº 1573.

Nenhum comentário:

Postar um comentário