loading...

LUIZA

segunda-feira, 11 de julho de 2016

OITAVA EDIÇÃO FESTIVAL INTERNACIONAL DO CHOCOLATE E CACAU DA BAHIA É SUCESSO EM ILHÉUS

Com a presença de autoridades estaduais e municipais, imprensa, empresários do trade turístico e produtores de cacau e chocolate, foi lançada oficialmente ontem, no espaço cultural Bataclan, em Ilhéus, a oitava edição do Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia. Iniciativa da Associação de Turismo de Ilhéus (Atil) em parceria com o Governo do Estado da Bahia através das secretarias de Turismo, do Desenvolvimento Rural e de Agricultura, Prefeitura Municipal de Ilhéus, entre outros, o Festival será realizado de 21 a 24 de julho no Centro de Convenções da cidade, reunindo mais de 50 expositores, sendo mais de 30 marcas de chocolate Premium do Sul da Bahia.
Maior evento do ramo no País, o Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia marca o calendário turístico de Ilhéus e firma o Sul da Bahia como principal região produtora de chocolate de origem do Brasil. “O chocolate é um produto turístico a mais para a cidade, que consolida este destino já tão famoso pelo cacau e pelas obras de Jorge Amado. Como consumidor inveterado, tenho divulgado imensamente o chocolate de Ilhéus, o melhor do Brasil. E estou absolutamente convencido de que podemos fazer de Ilhéus uma Champanhe, a Champanhe que produz os melhores espumantes e vinhos da França. Se você vai a uma região da França para consumir vinhos de qualidade, é para Ilhéus que se deve vir quando se quer degustar chocolates finos”, pontuou o secretário estadual do Turismo, Nelson Pellegrino, durante o coquetel de lançamento.
A oitava edição celebra grandes conquistas do mercado do cacau especial e chocolate fino para a região. “Quando começamos o projeto, em 2009, havia apenas uma marca: o Chocolate Caseiro de Ilhéus. No segundo ano tínhamos três marcas de chocolate, no terceiro mais seis, depois mais 13...E hoje são mais de 40 iniciativas corajosas que fazem chocolate com alto teor de cacau, chocolate de origem no Sul da Bahia. O chocolate definitivamente não estava na pauta do produto de origem, mas hoje temos marcas regionais nas melhores casas de São Paulo, em Portugal e na França. Quem diria que estaríamos em lojas de Paris fornecendo cacau, nibs e chocolate!”, comemorou Marco Lessa, empresário e idealizador do evento.
Um dos grandes atrativos desta oitava edição do evento será o curso intensivo de avaliação de cacau e chocolate fino ministrado pela antropóloga norte-americana doutora Carla D. Martin, professora da Universidade de Harvard, e pelo chocolatier também norte-americano Colin Gasko. A programação do Festival do Chocolate inclui ainda workshops gratuitos de receitas à base de chocolate com renomados chefs do país, como Lucas Corazza, aclamado confeiteiro e jurado do reality show Que Seja Doce, do canal GNT. Este ano também haverá o primeiro concurso de chocolate de origem do Brasil, promovido pela consultora francesa Chloé Doutre-Roussel.
O 8° Festival Internacional do Chocolate e Cacau agrega ainda espaço de recreação e minicursos de confeitaria para crianças, exposição de bolos confeitados e esculturas de chocolate, visitas a fazendas de cacau e fábricas de chocolate, rodadas de negócios, palestras e debates com especialistas sobre o tema, além de grandes atrações culturais nacionais. Um show de Djavan marca a abertura do evento, na noite do dia 21 de julho. Informações sobre venda de ingressos, cursos e concurso no site www.festivaldochocolate.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário