loading...

LUIZA

sábado, 30 de julho de 2016

PREFEITURA DE ITABUNA ENTREGA DEZ CICLO-RECICLADORES PARA COOPERATIVA DE CATADORES






A partir da próxima semana, os associados da Cooperativa Popular dos Trabalhadores em Reciclagem (Cooprotec) passarão a coletar materiais recicláveis pelas avenidas, ruas e bairros de Itabuna utilizado 10 bicicletas doadas na manhã desta sexta-feira, dia 29, pela Prefeitura de Itabuna. No ato de entrega dos ciclorecicladores, o prefeito Claudevane Leite falou de sua alegria em cumprir uma das promessas de sua campanha há três anos e meio que era a organização em cooperativa das pessoas que no dia a dia ganham o pão para suas famílias catando papelão, papel, plásticos, metais, etc. nas ruas.
“Tenho muito apreço pelas pessoas que humildemente se dedicam à tarefa de ajudar a manter limpo o meio ambiente, as ruas e a cidade como um todo. Certamente, com mais dignidade e condições de trabalho os recicladores terão o reconhecimento da sociedade, que precisa estar atenta aos ganhos ambiental, social e econômico que Itabuna terá” expressou Vane. Para o prefeito, a cooperação e o estimulo do poder público eram molas propulsoras que faltavam à Cooperativa dos Trabalhadores em Reciclagem criada na sua gestão.O projeto já nasceu vitorioso com a participação de professores, estudantes e funcionários das instituições de ensino superior do município – Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC, Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Unime e FTC, além da organização não-governamental Sustenta Cidade, que se dedica a orientar a coleta seletiva.

SUSTENTABILIDADE
Desde o ano passado que repassamos à Coopotrec 15 toneladas de materiais recicláveis coletados pelos alunos da Unime em uma gincana, onde uma das tarefas buscou associar o trabalho dos recicladores à proteção ao meio ambiente”, disse a professora universitária Simone Gualberto, coordenadora da ONG.
Já a professora de sustentabilidade do campus Jorge Amado da UFSB, em Ferradas, Valerie Nicollier, se disse feliz com a parceria com a Coopotrec, inclusive para a elaboração do Projeto de Coleta Seletiva juntamente com as outras instituições de ensino superior e ONGs, com o apoio da Prefeitura de Itabuna, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente (Seagrima).
“Temos um convênio para a destinação de papelão, papéis e todo tipo de plásticos, etc. coletado nas dependências da universidade no dia a dia para a cooperativa. Estimulamos alunos, professores e funcionários a se integrar ao projeto. Recentemente instalamos um posto avançado de coleta no campus da UFSB, aberto à comunidade de Ferradas e dos bairros do seu entorno”, disse a professora Valerie, acrescentando que a ação integra o Projeto Eco Time. Já a UESC cedeu uma prensa, utilizada pelos catadores, e a Unime, se integra com o projeto Sustenta Cidade.

POLÍTICA NACIONAL
O presidente da Cooprotec, Cassius Patrick Oliveira Santos, destacou que o apoio da Prefeitura de Itabuna ao projeto tem sido fundamental já que, além da locação do Galpão de Triagem na Rua Independência, 220, no Loteamento Monte Líbano, no São Roque, foram agora entregues as bicicletas essenciais ao deslocamento dos recicladores. “A gente espera que as pessoas nos chamem de agentes do meio ambiente ou recicladores em vez do pejorativo termo de catador de lixo”, afirmou.
“O trabalho que fazemos evita que as ruas, avenidas e demais áreas da cidade fiquem sujas e mesmo que garrafas PET e outros materiais causem entupimento de bueiros, redes de drenagem pluvial e sejam carreados para degradação ambiental do Rio Cachoeira. Quem passa pelas margens do rio pode ver a grande quantidade de plásticos jogados lá, o que é um crime contra o meio ambiente”, comentou alertando para a necessidade de cumprimento dos dispositivos da Lei nº 12.305 institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos.
“É uma Lei que deve ser respeita pelas pessoas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado, responsáveis, direta ou indiretamente, pela geração de resíduos sólidos e as que desenvolvam ações relacionadas à gestão integrada ou ao gerenciamento de resíduos sólidos está escrito”, observou. Cassius Patrick disse ainda que a Lei traz dispositivos, princípios, objetivos e instrumentos, bem como sobre as diretrizes relativas à gestão integrada e ao gerenciamento de resíduos sólidos, incluídos os perigosos, às responsabilidades dos geradores e do poder público e aos instrumentos econômicos aplicáveis.

COLETORES
Segundo o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Sandro Lopes, os recicladores associados à Coopotrec também receberam fardamento completo, equipamentos de proteção individual (EPI), composto de botas e luvas para igual número de catadores e 100 coletores de material reciclável, que serão distribuídos em pontos estratégicos da cidade. “Com certeza o prefeito Vane está de parabéns não só pelo estímulo à implantação da Cooprotec como pela cessão das bicicletas e outros materiais. Desejamos que a população coopere com este esforço da Prefeitura de Itabuna”, afirmou.
A solenidade simples na Praça Octávio Mangabeira (Camacan), contou com a presença dos secretários municipais de Governo, Cleide Sousa Oliveira; do Desenvolvimento Urbano, Marcos Monteiro; de Comunicação, Gilvan Rodrigues; do Chefe de Gabinete do Prefeito, Silas Alves. E ainda da Primeira Dama, Aparecida Leite, representantes de ONGs, do Instituto Renascer, de ambientalistas, funcionários públicos e de convidados.

SERVIÇO
Cooperativa Popular dos Trabalhadores de Reciclagem - Coopotrec
Rua Independência, 220, no Loteamento Monte Líbano, no São Roque.
(73) 3613-6171

Nenhum comentário:

Postar um comentário