loading...

LUIZA

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

CEPLAC inicia Curso de Jovem Empreendedor Rural




A CEPLAC/Mapa iniciou no último dia 15 de agosto, com uma aula inaugural realizada no seu Centro de Treinamento, o Curso Jovem Empreendedor Rural, direcionado para jovens, filhos e filhas de agricultores familiares do Território Litoral Sul Baiano, de 18 a 29 anos, com escolaridade mínima equivalente ao 1° ciclo do ensino fundamental.
Em mensagem dirigida aos 27 alunos que formam essa 14ª edição do Curso, o Coordenador de Pesquisas, José Marques Pereira, representando a Superintendência da CEPLAC/Mapa, destacou que a Instituição sempre tem atuado por intermédio do Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural, pelo fortalecimento da agricultura familiar e contribuindo com a melhoria da qualidade de vida e avanços na organização social e produtiva.
Ministrado por técnicos da própria CEPLAC e de outras Instituições o curso segundo o professor Jackson Prado, integrante da coordenação, tem os seguintes objetivos: “potencializar a ação produtiva de jovens rurais filhos de agricultores familiares, combinando ações de formação e assistência técnica e favorecer o desenvolvimento de projetos produtivos protagonizado por jovens agricultores familiares”.
E ainda “gerar emprego e renda, garantindo condições de permanência do jovem no campo e contribuindo com a sucessão rural e contribuir com a organização da comunidade rural, de seus organismos coletivos, de modo a ampliar o acesso aos programas e políticas públicas para a agricultura familiar”, acrescentou Prado.
Segundo a pedagoga ceplaqueana, Darci Ferreira de Santana, que também integra a coordenação, o período do Curso é de 15 de agosto à 16 de setembro e sua metodologia, prevê a realização em três etapas de 40 horas cada, envolvendo aulas teóricas e práticas, e mais quatro horas não presenciais para levantamento de informações sobre a propriedade e as atividade que cada jovem deseja empreender, totalizando 124 horas.Ela informou ainda, que as aulas teóricas pautam-se em metodologias participativas, exposições dialogadas, palestras e são articuladas às aulas práticas no campo, visitas técnicas para conhecer áreas experimentais, demonstrativas e experiências exitosas. “Ao final os alunos passarão pelo processo de autoavaliação e avaliação participativa sobre conteúdos, práticas e vivências para a vida cotidiana da agricultura familiar e incorporação dos novos aprendizados”, acrescentou.
Participaram do evento de abertura: João Henrique (Coordenador dos Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural da CEPLAC), Célia Watanabe (Serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural da CEPLAC), Edwaldo Santana (Chefe do Núcleo de Extensão da CEPLAC de Itabuna), Rosenilton Klécius (Núcleo de Extensão da CEPLAC de Ilhéus), Leilane Benevides (Gerente de Crédito Rural do Banco do Nordeste) e Anderson Afonso (Coordenador Regional da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional- CAR).

Nenhum comentário:

Postar um comentário