loading...

LUIZA

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Ilhéus implanta Farmácias Públicas Distritais

Como estratégia para melhorar o acesso da população aos medicamentos essenciais, qualificar as ações de assistência farmacêutica e promover melhoria do cuidado com o uso dos medicamentos, a Secretaria Municipal de Saúde de Ilhéus está adotando o modelo de Farmácia Distrital. Nesse formato, onde cada farmácia será responsável por uma área específica, para além dos limites dos bairros, cada unidade contará com a presença de um farmacêutico e poderá fazer a dispensação de todos os remédios do Elenco de Medicamentos Essenciais, inclusive medicamentos controlados.
Segundo a farmacêutica Simone Soares, da Secretaria de Saúde de Ilhéus, este modelo já está implantado na Farmácia Pública Municipal, no centro da cidade, e na Unidade Básica de Saúde (UBS) Euler Ázaro, no bairro Teotônio Vilela, que vai atender à comunidade daquela região. A farmácia distrital está em fase de implantação na zona norte, nas antigas instalações da Farmácia Popular do Brasil, na Central de Abastecimento do Malhado. Na zona sul do município, será instalada após a construção que está sendo realizada ao lado do Centro de Saúde Avançado Zona Sul (URBIS), no bairro Hernani Sá.
Simone Soares destaca que no âmbito da gestão da assistência farmacêutica, a Secretaria Municipal de Saúde avançou bastante. “Aumentamos a disponibilidade de medicamentos e insumos estratégicos para os usuários e serviços de saúde, com a implantação do Sistema Nacional de Gerenciamento de Assistência Farmacêutica (Horus), que registra a entrada, faz a distribuição e dispensação de medicamentos no município”, afirma.
Atendimentos - Ela acentua que de janeiro até a primeira quinzena de agosto deste ano, a Central de Abastecimento Farmacêutico Municipal distribuiu para as farmácias municipais (nos postos e unidades de saúde) e distrital cerca de 4.734.976 unidades de medicamentos, um investimento na ordem de R$ 1.325.669,79. Deste total, foram disponibilizados à Farmácia Pública Municipal, cerca de 58,5% do total de medicamentos distribuídos para a rede .
A Farmácia Pública, primeira Farmácia Distrital do Município, é responsável pelo cadastramento de 16.496 usuários no Sistema Hórus e é uma importante referência em medicamentos para a população. Neste mesmo período, de janeiro até agora, a farmácia realizou 36.161 atendimentos.
Nesse sentido, o secretário de Saúde, Antonio Ocké, declarou: “Incrementamos de forma significativa a aplicação de recursos financeiros disponíveis do Programa de Assistência Farmacêutica Básica, que vem melhorando o acesso a medicamentos essenciais e contribuindo para a recuperação da saúde da população”. Ocké contou ainda que a secretaria municipal de Saúde adquiriu um veículo para uso exclusivo na distribuição de medicamentos. “Sua finalidade é garantir a temperatura do armazenamento de forma adequado, uma vez que conta com ar condicionamento na área de carga”, enfatiza.
A coordenadora de Assistência Farmacêutica do município, Simone Soares, enfatizou que neste modelo, o farmacêutico executa ações gerenciais e assistenciais que visam o cuidado ao usuário, a exemplo da educação continuada, acompanhamento farmacoterapêutico, de acordo com as necessidades de intervenção profissional, visando à promoção de saúde.
A coordenadora de Assistência Farmacêutica lembrou que este sistema funciona no almoxarifado da Central de Abastecimento Farmacêutico, na Farmácia Pública Municipal, no Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e nos centros de saúde Herval Soledade, Nossa Senhora da Vitória, alto do Basílio e Euller Azaro. Também se encontra em fase de implantação nas unidades de saúde dos bairros da Urbis e do Iguape, e do Sarah Kubistchek. O objetivo é melhorar ainda mais as ações de gestão e cuidados essenciais à assistência farmacêutica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário