loading...

LUIZA

sábado, 6 de agosto de 2016

Rodrigo Cardoso, sindicalista do PCdoB é o nome escolhido para vice de Cacá

O sindicalista Rodrigo Cardoso, do PCdoB, presidente licenciado do Sindicato dos Bancários de Ilhéus, é o companheiro de chapa do candidato a prefeito de Ilhéus, Cacá Machado, do PP. A escolha de Rodrigo ocorreu esta tarde, no Clube Social de Ilhéus, durante a convenção do Partido Progressista, encerrada às 5 da tarde. A decisão foi tomada por unanimidade pelos partidos políticos que vão compor a coligação da chapa majoritária. Para o candidato a prefeito Cacá Machado, a escolha unânime de Rodrigo Cardoso como seu parceiro, reforça e fortalece o compromisso da chapa junto aos movimentos e às causas sociais e amplia a militância e a adesão dos trabalhadores ilheenses à sua candidatura. “Sua presença valorizará o debate sobre oportunidades e sobre a vida das pessoas, ampliando o diálogo com setores organizados de Ilhéus”, elogiou Cacá. Aos 37 anos, casado e pai de um filho, Rodrigo Cardoso é funcionário licenciado do Banco do Brasil e tem uma história de luta em defesa da democracia e dos direitos do cidadão. Luta na universidade Rodrigo iniciou a militância no Movimento Estudantil universitário, através da União da Juventude Socialista e participou da direção do Centro Acadêmico de Direito e do DCE-UESC. À época, as principais lutas foram pela democratização da universidade, tanto da escolha de seus dirigentes com a participação igualitária dos estudantes, como do acesso e manutenção na educação superior, com isenção da taxa de inscrição do vestibular, além da luta pelas cotas para alunos de escolas públicas, negros e indígenas. “Fruto deste movimento, a política de cotas foi aprovada na UESC muito antes da Lei Federal que garantiu esse direito da juventude em todas as instituições federais, e possibilitou que o acesso à educação superior deixasse de ser apenas um sonho para os filhos de trabalhadores”, lembra Rodrigo. ]Funcionário do Banco do Brasil, Rodrigo iniciou recentemente o terceiro mandato à frente do Sindicato dos Bancários de Ilhéus. É também um defensor dos direitos dos consumidores, com campanhas de esclarecimentos e combate contra abusos cometidos com freqüência, como restrição ao atendimento presencial e a longa demora nas filas. Sua luta, entretanto, ultrapassa os limites da classe bancária, contribuindo como os operários da indústria moageira de cacau, da borracha, da construção civil, metalúrgicos do polo de informática, agentes de saúde e endemias, professores, servidores públicos e trabalhadores rurais, com os quais sempre reafirma o compromisso com a defesa da Reforma Agrária e da Agricultura Familiar, como alternativas fundamentais ao desenvolvimento com justiça social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário