loading...

LUIZA

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

ITABUNA - Projeto da Secretaria de Assistência Social reforça valores morais entre estudantes

“Hoje eu aprendi que devemos respeitar e obedecer a pai e mãe acima de tudo, pois, esse é um dos alicerces da vida”, disse o estudante Samuel Almeida, 12 anos, aluno do 6° ano do ensino fundamental do Colégio Estadual Sesquicentenário (CISO), ao participar do primeiro encontro do Projeto Implantando Valores Sociais e Morais nas Escolas. Realizado pelo Programa Divisão da Juventude, do Departamento de Proteção Social Básica Módulo II, da Secretaria de Assistência Social, da Prefeitura de Itabuna, o projeto foi iniciado na quarta-feira, dia 31 de agosto.
O objetivo é promover a construção de uma cidadania saudável, crítica e consciente, tornando as crianças e adolescentes cidadãos participativos no desempenho do seu papel na sociedade. O projeto vai trabalhar as possibilidades de começar e recomeçar, refletir e praticar valores básicos como a paz, o amor, o respeito e a solidariedade, dentre outros.
Ao longo do projeto serão desenvolvidas atividades como filmes com temáticas voltadas para jovens; criação de murais com fotos e poesia; além de palestras e oficinas baseados em fatos que ocorrem na escola e em casa, que poderão ser usados como aprendizado na área de valores éticos.

O público alvo do projeto são estudantes do colégio CISO e adolescentes assistidos pelo Programa Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Adolescentes nosCentro de Referência de Assistência Social (CRAS) nos bairros Nova Ferradas, Urbis IV, Jorge Amado, Lomanto, Daniel Gomes, Novo Horizonte, Monte Cristo e Jardim Grapiúna.

Segundo a palestrante Lucrécia Lima, também psicanalista e pedagoga, orientar é fundamenta. “Quando conversamos de forma clara e aberta com os adolescentes, estimulamos à reflexão. Pois, podem está sendo assediados pelo tráfico de drogas, prostituição e outras atividades ilícitas. E, diante desta conversa, estes podem rever o que realmente quer para suas vidas”, afirmou.

Para Thayná Silva as decisões tomadas no presente serão refletidas no futuro. “Temos que fazer as escolhas certas hoje, pois somos jovens. E andar com pessoas de más influências só nos levará à perdição e isso não é ser inteligente”, concluiu a estudante de 12 anos, que cursa o 6° ano do ensino fundamental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário