loading...

LUIZA

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

HOSPITAL MANOEL NOVAES NEGA ATENDIMENTO A FILHA RECÉM-NASCIDA DO PRESIDENTE DA CÂMARA DE ITABUNA


Na noite desta quarta-feira, 15, o vereador e presidente da Câmara Municipal de Itabuna, Chico Reis, esteve na unidade do hospital Manoel Novaes, acompanhado da esposa, Laíza Santana e da filha recém-nascida, Eloísa (1 mês e 10 dias) apresentando estado grave de saúde e teve atendimento incialmente negado pelos profissionais plantonistas da noite.
De acordo com Laíza Santana, a menor, “está com a saúde debilitada há alguns dias e vem apresentando um quadro de constantes tosses, com vômitos e falta de ar por tempo prolongado a ponto de ficar roxa. Está sendo desesperador encontra-la nesse estado”, declarou. Laíza declarou estar “revoltada” com o tratamento que recebeu na unidade e afirmou ter passado por um momento vexatório.
“Minha filha apresentou outra crise lá, não aguentei o desespero e invadi aquela porta com tudo,
procurando pelo médico em busca de socorro. Quando eu entrei o médico não estava na parte que geralmente fica, perguntei para as poucas pessoas lá de dentro e simplesmente me ignoraram, pedi para que chamassem o médico e ninguém se mexeu”, informou ainda bastante chateada.
Laíza contou ainda que ao buscar socorro para a filha ouviu vários deboches por parte dos funcionários que a classificaram como “louca”. “Riam de mim e diziam: ‘ deixa ela achando que vai ser atendida, o marido dela tá lá fora dizendo que vai ligar para o provedor e um tal de deputado...’ Como as pessoas conseguem fazer deboche em um estado desse?”, questionou.
Após a confusão, a criança foi atendida, porém Chico Reis acredita que o fato só se deu por ele estar vereador, no entanto, lamenta com tristeza o ocorrido, pois acredita que “não é justo que o atendimento de saúde, serviço essencial, seja negado às pessoas. É um atentado contra a dignidade da pessoa que precisa mendigar o que é direito”, lamentou Chico Reis.
Chico Reis e a esposa lembraram ainda, que o edil, foi homenageado pela Santa Casa dias atrás, mas acreditam que a maior comenda que um cidadão pode receber é “a realização de sua função social”, finalizou o vereador.
Laíza ainda pontuou que inicialmente quando conseguiu o atendimento fora atendida “com indiferença, pelo pediatra plantonista, sendo até ignorante. Fui encaminhada pra tirar um raio-x (Santa Casa de Misericórdia), quando voltei para entregar ao médico, estavam todos reunidos. Não sei o que aconteceu na minha ausência, mas o atendimento mudou completamente, eu deixei de ser "a louca" e de ser ignorada, e fui atendida com mais calma pelo médico e minha filha conseguiu ser medicada”, concluiu Laíza.
A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna está em greve desde a última segunda-feira, 13, mas mantém as portas aberta com todos os serviços ofertados, porém com apenas 30% dos funcionários operando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário