loading...

LUIZA

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

ZTE É PROCESSADA POR VIOLAÇÃO DE PATENTES DE AVC

A MPEG LA, LLC anunciou hoje que diversos proprietários de patentes da licença de carteira de patentes de AVC da MPEG LA entraram com ações de execução de direitos de patente em Landgericht Düsseldorf, Alemanha, contra a ZTE Deutschland GmbH (“ZTE”) por violação de patentes essenciais para o padrão de compressão de vídeo digital AVC/H.264 (MPEG-4 Parte 10), utilizado em dispositivos móveis e outros produtos. De acordo com as queixas registradas, a ZTE oferece na Alemanha produtos para telefones celulares que utilizam métodos de AVC protegidos por patentes sem que possua licenças junto aos titulares de patentes individuais ou uma licença de portfólio que inclua essas patentes oferecidas pela MPEG LA. As ações buscam indenizações monetárias e injunções. MPEG LA, LLC A MPEG LA é a maior fornecedora mundial de licenças “one-stop” para padrões e outras plataformas de tecnologia. Atuando desde a década de 1990, a empresa foi pioneira no grupo de patentes da vida moderna, ajudando a produzir os padrões mais amplamente utilizados da história dos produtos eletrônicos de consumo. A MPEG LA administra programas de licenciamento para as mais diversas tecnologias, com mais de 13 mil patentes em 82 países, cerca de 230 titulares de patentes e um número superior a seis mil licenciados. Cerca de 1.500 licenciados em todo o mundo utilizam a cobertura “one-stop” da licença de portfólio de patentes de AVC da MPEG LA sob patentes essenciais pertencentes a mais de 38 proprietários de patentes. Ao auxiliar os usuários com a implementação de suas opções de tecnologia, a MPEG LA oferece soluções de licenciamento que proporcionam acesso a propriedade intelectual fundamental, liberdade de operação, riscos reduzidos de processos judiciais e previsibilidade no processo de planejamento empresarial. Para obter mais informações, acesse www.mpegla.com. O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.
SÃO PAULO (BUSINESS WIRE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário