loading...

LUIZA

quinta-feira, 23 de março de 2017

Itacaré confirma adesão ao Projeto de Liderança lançado pelo Sebrae

O prefeito de Itacaré e presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc), Antônio de Anízio, confirmou o interesse do município em aderir ao Projeto LIDER (Liderança para o Desenvolvimento Regional), lançado pelo Sebrae na manhã desta terça-feira, no auditório do Hotel Aldeia da Praia, em Ilhéus. De acordo com o prefeito, nesse momento em que os municípios buscam alternativas de geração de negócios é fundamental qualificar lideranças que possam discutir um plano conjunto para possibilitar esse desenvolvimento. E Itacaré será um os seis municípios regionais que farão parte desse projeto. Durante o lançamento do projeto, o superintendente do Sebrae Bahia, Adhvan Furtado, explicou que o LIDER tem como público alvo empresários, executivos, gestores municipais e representantes de entidades da sociedade civil, com perfil de liderança e potencial para construir uma rede de parceiros da região, visando à elaboração de uma agenda regional de desenvolvimento. A coordenadora regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, complementou explicando que o objetivo é disponibilizar para os municípios a metodologia LIDER para a mobilização, qualificação e integração de lideranças regionais. Nessa primeira etapa participarão do programa lideranças de seis municípios regionais: Itacaré, Canavieiras, Una, Uruçuca, Ilhéus e Itabuna. O processo de seleção será entre pessoas que atenderão a critérios estabelecidos pelo Sebrae na identificação dessas lideranças regionais. A proposta é de no final de oito encontros, cerca de oito meses, ter uma agenda condensada para o desenvolvimento da região, com plano de ação e governança composta por integrantes do grupo onde a metodologia foi aplicada. O Liderança para o Desenvolvimento Regional é uma metodologia de mobilização, qualificação e integração de lideranças que estimula a criação de um ambiente favorável aos pequenos negócios para o desenvolvimento regional sustentável, trabalhando as três dimensões da competitividade: a Sistêmica (gestores públicos e prefeitos), a Empresarial (empresários locais e suas entidades representativas de classe) e a estruturante (esforço conjunto da sociedade organizada).

Nenhum comentário:

Postar um comentário