loading...

LUIZA

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Em aniversário de Canavieiras, prefeito de Ilhéus destaca a força da união regional para sair da crise

Estabelecer uma relação de parceria e de cordialidade, respeitando a vocação de cada lugar e agindo politicamente de forma coletiva mostrando a força dos municípios sul baianos. A defesa pela união regional foi feita hoje (25) pelo prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, ao participar das comemorações alusivas ao aniversário de 126 anos de emancipação política de Canavieiras.
Convidado pelo prefeito da cidade-amiga, Clóvis Roberto Almeida de Souza, o prefeito de Ilhéus participou da solenidade na Câmara de Vereadores e disse que os municípios brasileiros, principalmente os o nordeste do País, vivem um mesmo drama, de dificuldades financeiras, e somente com a força da união e a determinação do trabalho, será possível combater essas dificuldades e avançar rumo a uma condição que melhore a vida dos seus munícipes.
Canavieiras pertenceu ao município de Ilhéus, com a denominação de Imperial Vila de Canavieiras. A sede, criada com o orago de São Boaventura do Poxim de Canavieiras, por Alvará Régio, de 11 de abril de 1718, foi elevada à categoria de cidade por Ato Estadual, de 25 de maio de 1891. Tempos antes, em 1746, a história econômica de toda a região sul da Bahia começou a ser mudada em Canavieiras, quando Antônio Dias Ribeiro plantou as primeiras sementes de cacau nas margens do rio Pardo, na Fazenda Cubículo.
Conhecida também pela pescaria de marlim azul, uma nobre pescaria esportiva conhecida no mundo inteiro. Também um dos pontos mais conhecidos para pescaria esportiva de robalo. Canavieiras tem como principal comida típica a "cabeça de robalo", que curiosamente nada tem a ver com este peixe.
Dentre as autoridades que estiveram presentes, prestigiando o aniversário do município, esteve a deputada estadual Ângela Sousa. Ela destacou as conquistas obtidas por seu mandato para o sul da Bahia e disse ser uma pessoa otimista quanto a um novo momento de desenvolvimento regional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário