loading...

LUIZA

terça-feira, 18 de julho de 2017

Equipes de comando táticos do país se reúnem na Bahia



Coordenadores de equipes de operações táticas das Polícias Civis do país estarão reunidos, nesta quinta-feira (20), na Coordenação de Operações Especiais (COE), participando do I Encontro Nacional de Comando de Operações Táticas das PCs. Promovido pela Polícia Civil da Bahia e organizado pela Acadepol, o evento tem como objetivo conhecer as boas práticas de cada uma das instituições presentes.
De acordo com o delegado André Viana, coordenador da COE/PC, são aguardadas as participações de pelo menos 18 delegações de todo o país. Além de boas práticas, o encontro tratará também de dois outros temas importantes: “uniformização, doutrina e procedimentos” e preparação do “I Seminário de Operadores”, que deverá ocorrer no primeiro semestre do próximo ano.“Durante um dia inteiro, estaremos conhecendo o que cada equipe de operação tática faz em seu estado”, destacou André Viana, que acredita que a troca de experiências trará benefícios a todos. “Nossa união vai gerar maior força para o sistema de operações táticas, permitindo crescimento, evolução e padronização das unidades de todo o país”, apostou.
O encontro terá quatro palestras. As equipes de Goiás, Distrito Federal e Rio de Janeiro vão apresentar suas experiências em operações táticas. A primeira expõe como funcionam estas operações no país, a segunda apresenta boas práticas de gestão e a terceira equipe, a do Rio, exibe a realidade das operações táticas, naquele estado. A equipe baiana encerra as apresentações mostrando o papel da COE no sistema de segurança da Bahia.
O mais importante do encontro, para o delegado André Viana, é que esta será uma oportunidade única de crescimento. Segundo ele, existem equipes que já definiram qual o caminho a seguir e outras que ainda não têm isso muito claro, buscando soluções para suas ações. “Hoje, alguns estados já têm um norte, enquanto outros engatinham. O encontro vai servir para mostrar o caminho das pedras para estes, abreviando etapas e acelerando a preparação”, explicou o coordenador da COE, da Polícia Civil da Bahia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário