loading...

LUIZA

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Outros dois suspeitos de tentativa de homicídio em delegacia são capturados pela Polícia Civil



Uma operação desencadeada pela Polícia Civil do Estado do Ceará resultou nas capturas de outros dois suspeitos, integrantes do grupo criminoso que tentou matar um desafeto no interior do 10° Distrito Policial, no bairro Antônio Bezerra – Área Integrada de Segurança 06 (AIS 06), no último domingo (23). A ação, que foi realizada por policiais civis dos Departamentos de Policia da Capital (DPC) e de Inteligência Policial (DIP), juntamente com equipes dos 7° e 10° Distrito Policiais, ocorreu nessa terça-feira (25), no bairro Quintino Cunha (AIS 06), na comunidade conhecida por “Malvinas”. Duas armas de fogo foram apreendidas e uma motocicleta com queixa de roubo foi recuperada. Três indivíduos já haviam sido presos no dia do crime, após uma ação rápida de policiais civis e militares.
O homem preso, identificado por Leandro dos Santos Martins (18) – sem antecedentes - foi localizado em uma residência abandonada situada na Travessa Otília. O suspeito tentou se esconder ao perceber a chegada das equipes policiais, mas foi rapidamente localizado pelos profissionais de segurança. No imóvel, pertencente a Leandro, que ficava defronte a casa onde ocorreu a prisão, a Polícia Civil apreendeu dois revólveres calibre 38, municiados. Uma motocicleta roubada também foi encontrada na propriedade.


Ainda em diligências, um adolescente de 16 anos, que responde a dois atos infracionais por roubo a pessoa e tráfico de drogas, foi apreendido sob suspeita de envolvimento na ação criminosa. O menor também foi localizado na Comunidade “Malvinas”, na Rua Morriense. Por meio de uma busca realizada na casa do suspeito, a Polícia Civil encontrou 100 pedras de crack, uma balança de precisão e um aparelho celular.

Leandro dos Santos foi encaminhado para o 7° DP, no bairro Pirambu, onde foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e receptação. Já o adolescente foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e responderá a ato infracional por tráfico de drogas. A Polícia Civil mantém os trabalhos policiais, com objetivo de capturar os demais envolvidos na ação criminosa.

Outras prisões

Três suspeitos já haviam sido presos momentos após o crime. Um deles, Francisco Anderson Sales Sousa (20) – conhecido por “Andinho” – já possui passagens pela Polícia por homicídio e dano. Ele foi localizado em uma rua nas proximidades da delegacia e portava um revólver calibre 38. Em seguida, as equipes policiais diligenciaram até uma comunidade conhecida por "Favela do Açai", no bairro Padre Andrade (AIS 06), onde em uma das residências abordadas, foram encontradas três armas de fogo. Seguindo em diligências, outros dois suspeitos foram presos, sendo estes identificados por Ítalo Mendes dos Santos (20) – com antecedente criminal por roubo; e Juliano Moura da Silva (31) – com passagem pela Polícia por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e receptação. Uma quinta arma de fogo, que estava com Ítalo, foi apreendida. Além disso, as buscas culminaram, ainda, nas apreensões de 47 gramas de maconha, uma balança de precisão, aparelhos celulares, munições e relógios.

Em depoimentos, os três confessaram participação no fato. Os suspeitos foram conduzidos para o 10° Distrito Policial, onde foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio e na Lei das organizações criminosas. A Polícia Civil agora mantém as investigações no intuito de prender os demais participes do grupo criminoso. As imagens da câmera de segurança, que flagrou o momento do crime, foram analisadas e auxiliam nos trabalhos policiais.

O crime
O fato ocorreu por volta das 23 horas do domingo, quando cerca de doze homens, em três veículos, tentaram entrar no 10° DP para cometer o crime. Na ocasião, os policiais civis revidaram e houve troca de tiros, chegando os disparos a atingirem a fachada da delegacia. Contudo, nenhum profissional de segurança foi ferido. Diante da reação policial, os suspeitos empreenderam fuga, e de imediato, as Polícias Civil e Militar iniciaram as buscas na região, no intuito de prender o bando armado.

Denúncia
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam ajudar na elucidação do crime. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para os números (85) 3101.4916 / 3101. 4917 do 10° Distrito Policial. O sigilo é garantido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário