loading...

LUIZA

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Cancelamento de voos na ilha da Madeira deixa 5.500 passageiros em terra

Portugal Digital, com agência

FOTO:YT/ARQ

Até às 18:30 (hora local) de domingo (6), a ANA registou dois voos atrasados e 56 cancelados, entre aterragens e descolagens. “Esta situação afetou próximo de 5.500 passageiros”, segundo a empresa gestora dos aeroportos portugueses, informa a agência Lusa.
Apenas o avião que assegura as ligações entre as ilhas da Madeira e Porto Santo conseguiu aterrar. O avião da Aerovip chegou ao Aeroporto da Madeira – Cristiano Ronaldo às 17:19.Desde a meia-noite, foram canceladas 23 aterragens e 24 descolagens e apenas dois voos partiram do aeroporto do Funchal, um com destino ao Porto, às 07:21, e outro para Lisboa, às 07:32.
Durante o dia, divergiram para Porto Santo seis aviões. Um avião da Monarch, oriundo de Gatwick (Inglaterra), acabou por ir para Las Palmas, nas Ilhas Canárias.
Quinta-feira, a ANA alertou para condições meteorológicas adversas entre sábado e terça-feira, que podem provocar constrangimentos nas operações no aeroporto madeirense.
O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou a parte sul da ilha da Madeira sob aviso amarelo, devido à previsão de temperaturas elevadas e vento forte, com rajadas que podem atingir os 80 quilómetros no extremo leste da ilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário